Notícias Adventistas

Mulheres contam histórias de superação e enfrentamento do câncer de mama em Porto Alegre

Ocasião fez parte das ações do Centro de Vida Saudável de Porto Alegre em razão da campanha Outubro Rosa.

26 de outubro de 2016

cancer-de-mamaPorto Alegre, RS… [ASN] O Centro de Vida Saudável de Porto Alegre deu sequência as ações da campanha Outubro Rosa, que conscientiza pessoas sobre o diagnóstico precoce do câncer de mama. Uma semana depois da ação ocorrida no Parque Redenção, mulheres que tiveram ou ainda estão enfrentando a doença, contaram suas histórias de luta e formas de superação, dentro do centro.

Leia mais:

Ação previne câncer e oferece serviços gratuitos

Segundo especialista, autoexame é essencial no combate ao câncer de mama

Outubro Rosa: alerta máximo

Juliana Caroni, consultora de marketing, é uma das guerreiras que falaram ao público. Em 2013, ela teve seu primeiro diagnóstico, superou, mas agora, em 2016, recebeu a notícia de que câncer retornou. Mesmo assim, ela segue confiante e prefere encarar os momentos como oportunidades para renovação de hábitos. “Eu acho que pra mim, facilitou muito passar por esse processo todo do tratamento, pensando que eu teria muitas coisas para aprender com tudo isso, ver os remédios que Deus nos dá naturalmente – e de graça – e encarar isso como mudança de vida mesmo. Hoje não é como uma receita que eu vou na geladeira e olho. Cem por cento da minha mudança tem a ver com os meus hábitos mesmo”, explica.

O evento também contou a presença da terapeuta Rejane Richter, que abordou maneiras de enfrentar um câncer. “É importante para ele [paciente] que possa olhar ao seu redor e ver que ele não está sozinho, que ele tem um grupo de apoio, pessoas que estão vivendo o momento da doença ou pessoas que também que já se recuperaram; profissionais da saúde que vão estar se envolvendo ali e a família também precisa apoiar esse paciente”, recomenda.

Para Rejane, a união de propósitos que envolvem mudanças nos hábitos também pode fortalecer quem está passando pela doença e, inclusive, quem oferecer a ajuda. “Olha, eu gostaria de poder tomar mais água, me acompanha nisso daí?”, “Estou precisando trocar minha alimentação, tu me ajuda?”… Ofereça ao outro essa potencialidade, pois não é só ele quem está precisando [de mudanças], você também acaba precisando”, aconselha.

Na mesma ocasião, Keli Cristina Silveira, a voluntária que deu o primeiro passo nas ações vinculadas ao Centro de Vida Saudável, também detalhou sua experiência com o câncer de mama. Quando chegou ao espaço, mal tinha condições de realizar procedimentos quimioterápicos devido a fragilidade em que seu organismo se encontrava. Foi neste período que ela conheceu o centro, por meio de seu cunhado, e a partir das orientações dadas pelos médicos e nutricionistas voluntários, começou seu processo de cura. “Fui muito bem acolhida pelo pastor, pelas pessoas e lá que me apresentaram uma nova forma de vida e, foi a partir dali que minha cura aconteceu. Eu fiz os processos orientados – quimioterapia, radioterapia e, ainda faço hormonioterapia – mas a mudança na minha alimentação foi crucial para a minha cura. Inclusive, na junta médica e nos hospitais, eu também sirvo de referência para outras pessoas por esse motivo”, lembra.

A motivação de Keli, que atua na área de biologia, passou a ser outra. Ela reforça que depois da superação da doença pretende investir mais na área de voluntariado e ajudar outras pessoas na batalha contra o câncer. “[…] Isso soa muito forte para mim depois da doença. A gente consegue se ver de uma outra forma, se sentir mais útil… Tanto o Centro de Vida Saudável como a Igreja Adventista estão me ajudando com isso. A gente quer trazer isso ao público e mostrar que temos lugares para frequentar, com pessoas dispostas para ajudar. É só a gente ter um pouco de força de vontade e perseverar que as coisas acabam acontecendo”, reforça. Outras duas ações ainda estão programadas para acontecer no espaço do Centro de Vida Saudável. Saiba detalhes sobre cada uma delas, clicando AQUI.

Saiba mais sobre as ações do Centro de Vida Saudável de Porto Alegre em razão da campanha Outubro Rosa:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox