Notícias Adventistas

ADRA atende refugiados em 43 países

Conheça o que a agência humanitária adventista tem feito por eles ao redor do mundo

Por Márcio Basso, Adventist News Network

Voluntário com crianças em campo para refugiados

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), nos últimos anos mais de 65 milhões de pessoas ao redor do mundo foram forçadas a abandonar seus lares. Desse total, 22,5 milhões são refugiados, e mais da metade deles têm menos de 18 anos.

Leia também:

Como resultado de conflitos e perseguições, a cada minuto cerca de 20 pessoas são deslocadas de suas casas. Entre as organizações que atendem as necessidades desse contingente está a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA).

A organização não governamental (ONG) adventista desenvolve, em 43 países, projetos com refugiados, deslocados internos e pessoas que regressam a seus lares. Fundada em 1956 como Serviço de Bem-estar Adventista do Sétimo Dia (Seventh-day Adventist Welfare Service), a agência conta hoje com uma equipe de seis mil pessoas, entre empregados e voluntários.

Neste dia 16 de junho, a Igreja Adventista em todo o mundo promove o Sábado do Refugiado, uma iniciativa para sensibilizar membros e a comunidade a orar, apoiar e doar recursos destinados à causa. No Brasil, a ADRA também desenvolve diversos projetos para refugiados, como os que vem da Venezuela, por exemplo. Para saber quais são e como colaborar, visite: www.adra.org.br

O vídeo a seguir apresenta alguns dos trabalhos que a ADRA realiza ao redor do mundo com refugiados e deslocados, destacando os programas realizados em Bangladesh, Iraque e Grécia.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox