Notícias Adventistas

ADRA atende refugiados em 43 países

Conheça o que a agência humanitária adventista tem feito por eles ao redor do mundo

16 de junho de 2018

Por Márcio Basso, Adventist News Network

Voluntário com crianças em campo para refugiados

De acordo com a Organização das Nações Unidas (ONU), nos últimos anos mais de 65 milhões de pessoas ao redor do mundo foram forçadas a abandonar seus lares. Desse total, 22,5 milhões são refugiados, e mais da metade deles têm menos de 18 anos.

Leia também:

Como resultado de conflitos e perseguições, a cada minuto cerca de 20 pessoas são deslocadas de suas casas. Entre as organizações que atendem as necessidades desse contingente está a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA).

A organização não governamental (ONG) adventista desenvolve, em 43 países, projetos com refugiados, deslocados internos e pessoas que regressam a seus lares. Fundada em 1956 como Serviço de Bem-estar Adventista do Sétimo Dia (Seventh-day Adventist Welfare Service), a agência conta hoje com uma equipe de seis mil pessoas, entre empregados e voluntários.

Neste dia 16 de junho, a Igreja Adventista em todo o mundo promove o Sábado do Refugiado, uma iniciativa para sensibilizar membros e a comunidade a orar, apoiar e doar recursos destinados à causa. No Brasil, a ADRA também desenvolve diversos projetos para refugiados, como os que vem da Venezuela, por exemplo. Para saber quais são e como colaborar, visite: www.adra.org.br

O vídeo a seguir apresenta alguns dos trabalhos que a ADRA realiza ao redor do mundo com refugiados e deslocados, destacando os programas realizados em Bangladesh, Iraque e Grécia.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox