Notícias Adventistas

Igreja beneficia familiares de pessoas doentes em unidade de saúde

Além do esforço de voluntários, ação realizada em Salvador, na Bahia, foi resultado do envolvimento da comunidade, que se mobilizou para arrecadar doações.

Por Heron Santana 30 de março de 2020

Adventistas de Pernambués mobilizaram comerciantes locais e conseguiram desenvolver ação que beneficiou cerca de 300 pessoas (Foto: Divulgação)

Na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no bairro de Pernambués, um dos mais populosos de Salvador, na Bahia, com cerca de 65 mil habitantes, um homem estaciona o carro e vai até o entorno do serviço de saúde.

É lá que estão pessoas aguardando seus doentes, em uma rotina que se tornou ainda mais dramática depois da pandemia de coronavírus. O homem traz consigo sopa de legumes em copos descartáveis, e, com a ajuda de mais dois voluntários, começa a entregar o alimento para as pessoas.

Leia também:

Todos os cuidados básicos recomendados pelas autoridades médicas, como medidas de prevenção contra o novo patógeno, são adotados: os voluntários portam luvas, máscara, mantém distância das pessoas e evitam formar aglomeração.

O diretor da Ação Solidária Adventista da comunidade, Moisés Santana, prepara a sopa com ajuda da esposa, Cátia (Foto: Divulgação)

O único excesso é o da compaixão. É este sentimento que sensibiliza os moradores, à medida em que são beneficiados pelo trabalho voluntário da Ação Solidária Adventista (ASA) da sede central da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Pernambués, onde congregam 160 membros.

“Quando os voluntários chegaram na UPA, encontraram pessoas que estavam horas sem comer nada”, disse Patrícia Santiago, líder do Ministério Jovem da igreja, ressaltando a surpresa e a comoção com o ato de solidariedade. Cerca de 300 pessoas foram beneficiadas.

Igreja relevante

A ideia surgiu à medida em que os adventistas da comunidade perceberam as necessidades da população sob o sistema de distanciamento social, decretado pela Prefeitura de Salvador e Governo do Estado como medida de prevenção contra o novo coronavírus.

Para voluntários, iniciativa mostra a igreja sendo relevante em uma das comunidades mais populosas de Salvador (Foto: Divulgação)

Sem poder trabalhar e sem gerar renda, vizinhos da igreja começaram a experimentar dificuldades. A equipe da Ação Solidária Adventista local movimentou os membros por meio de um aplicativo de mensagens e outros meios de comunicação.

Isso despertou a atenção de empreendedores locais. Donos de padaria se uniram e doaram 200 pães. Os membros da igreja conseguiram envolver a comunidade para doação de verduras, legumes e temperos.

Uma equipe de seis pessoas trabalhou preparando a sopa. E um grupo ainda maior de voluntários saiu em um carro para entregar a comida, respeitando orientações básicas de cuidados e uso de equipamentos de proteção. Para quem se envolveu, uma percepção foi marcante: a solidariedade terá papel essencial para ajudar comunidades economicamente vulneráveis a superar as dificuldades trazidas pela pandemia.

“A igreja está sendo útil e fazendo a diferença na vida das pessoas. A comunidade está sendo beneficiada pelo trabalho dedicado de uma igreja que é relevante na comunidade”, reiterou o diretor local da ASA, Moisés Santana. Para ele, o desafio agora é manter a ação: voluntários já recomeçaram a luta para levantar doações de verduras, legumes, temperos e outros itens alimentícios.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox