Notícias Adventistas

Secretário da Igreja Adventista, G. T. Ng anuncia sua jubilação

O experiente missionário e administrador deixará sua função no dia 1° de junho de 2021

Por Marcos Paseggi, Adventist Review 11 de abril de 2021

O singapurense está no ministério pastoral adventista há mais de 40 anos (Foto: Adventist Review)

G. T. Ng, um experiente pastor, missionário e administrador adventista do sétimo dia, anunciou sua jubilação, a partir do dia 1° de junho de 2021. A jubilação de Ng ocorre após quase 11 anos como secretário-executivo da Associação Geral da Igreja Adventista do Sétimo Dia e muitos anos em várias posições de liderança.

No dia 30 de março de 2021, em uma carta aos administradores das Divisões regionais da Igreja Adventista em todo o mundo, Ng anunciou sua jubilação “com profunda tristeza”. No entanto, ele acrescentou ter sido um privilégio distinto trabalhar com pessoas de diversas origens para expandir o reino de Deus. “Nós [complementamos] uns aos outros, e isso é algo especial”, afirmou.

Leia também:

Em comentário à Adventist Review, Ng abordou alguns dos seus sentimentos em relação a sua decisão de se aposentar. “[A partir] do dia 1° de junho, eu vou ter apenas uma chefe: a minha esposa”, Ng, munido com sua marca registrada, que é o seu temperamento bem-humorado, acrescentou: “É uma agonia indescritível ter que deixar o trabalho que eu amo e os colegas e amigos que eu prezo. Mas para mim, a missão continua mesmo depois da aposentadoria.”

Décadas de serviço fiel

Foi uma longa jornada para o singapurense Ng desde que ele sentiu o chamado ao ministério pastoral aos 18 anos. “Eu comecei minha jornada [de trabalho para o Senhor] quase meio século atrás na linha de frente da missão, e agora a jornada fechou o ciclo no coração da missão”, Ng recordou-se. “O Senhor foi muito generoso comigo ao longo da minha vida. É a Sua maravilhosa graça que sustentou a mim e ao meu ministério nos altos e baixos. Eu descobri que Ele é fiel e completamente confiável.”

G. T. Ng apresentando durante a Sessão da Associação Geral de 2015 em San Antônio, Texas, Estados Unidos. (Foto: Josafat Zemleduch / Adventist Media Exchange)

Ng recorda sua ampla experiência em várias funções e locais de serviço, que ele chama de “minhas jornadas com Deus”. Entre elas, se refere ao começo do ministério com sua esposa, Ivy, quando eram um jovem casal e foram fazer trabalho missionário em Phnom Penh, Camboja, em 1973, até que eles tiveram que ser evacuados de repente em 1975, ante que o país caísse sobre o regime do Khmer Vermelho.

Foi seguido, então, pelo tempo em que eles passaram no “deserto do ministério” na Tailândia e na Malásia. “A Igreja nos colocava aqui e acolá temporariamente, sem sabermos quando seríamos mandados de volta para a Camboja”, compartilha.

O serviço dos Ngs continuou em seu país natal, Singapura, onde ele serviu como capelão no Hospital Adventista Youngberg Memorial e então como diretor do Ministério Jovem na União Sudeste Asiática. Anos mais tarde, ele tornou-se professor no seminário teológico do Instituto Internacional Adventista de Estudos Avançado (AIIAS) nas Filipinas, até que foi eleito secretário executivo da Divisão Asiática do Pacífico, com a sede localizada próximo da universidade nas Filipinas. Em 2005, ele foi eleito para servir como secretário associado da Associação Geral, e em 2010 na Sessão da Associação Geral em Atlanta, ele foi votado como secretário-executivo para a Associação Geral.

Como secretário da Associação Geral

Como secretário-executivo da Igreja Adventista, Ng salientou a importância de manter os registros dos membros no mundo com precisão. Juntamente com os registros precisos, Ng fez da retenção de membros um foco importante. Sua função também coordena o extensivo programa missionário da Igreja.

Para Ng, “a missão é a ordem de marcha da Igreja.” Nesse sentido, ele enfatizou repetidas vezes que o maior desafio que a Igreja enfrenta é mudar a cultura em que os membros são espectadores, onde os pastores fazem a maior parte do trabalho, para uma cultura onde o sacerdócio de todos os crentes é abraçado e praticado. “Cada membro é um evangelista”, afirmava com frequência.

Refletindo sobre o serviço de Ng para a Igreja, Ted N. C. Wilson, presidente da Associação Geral da Igreja Adventista do Sétimo Dia, pontuou: “O pastor Ng tem sido uma grande bênção para a família da Igreja de Deus em todo o mundo. Seu constante foco na missão e ênfase na liderança cristã foram grandemente apreciados. Seu espírito afável e positivo vai fazer falta. Foi um grande privilégio trabalhar com ele nos últimos anos, e desejamos a ele e a sua esposa, Ivy, as mais ricas bênçãos de Deus, na continuação do testemunho para o Senhor e Seu breve retorno.”

Ao analisar suas décadas de serviço, Ng mostrou-se relutante de falar de seus feitos. “As realizações humanas são como pó; toda a glória vai para o Senhor”, destacou. Ao mesmo tempo, Ng refletiu sobre sua jornada: “Todos os planos que o Senhor me inspirou a fazer, eu tentei seguir com a melhor da minha capacidade.” E acrescentou: “Meu serviço à Igreja é um privilégio distinto e não um direito. Estou profundamente honrado.”

Para uma melhor compreensão e apreciação sobre o serviço ministerial de G.T. Ng, leia a história do perfil adicional (em inglês) aqui.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox