Notícias Adventistas

Cresce número de pessoas que optaram pelo batismo em 2019

Dados foram apresentados pela Secretaria Executiva da sede sul-americana adventista durante Comissão Diretiva Plenária.

Por Felipe Lemos 19 de maio de 2019

Pastor Edward Heidinger mostra gráfico com mais de 100 anos de crescimento da Igreja na América do Sul (Foto: Gustavo Leighton)

Um relatório com um marco histórico evidencia o crescimento do adventismo na América do Sul ao longo dos anos. O pastor Edward Heidinger, secretário executivo da Igreja Adventista do Sétimo Dia para oito países sul-americanos, mostrou, em reunião da Comissão Diretiva Plenária da denominação neste domingo, 19, uma sequência que vai desde 1899 quanto ao crescimento do número de membros no Brasil, Chile, Equador, Uruguai, Paraguai, Peru, Bolívia e Argentina.

Nofinal  do século XIX, eram 795 membros em todos esses países. Em 1949, a Igreja Adventista na localidade ultrapassou 50 mil membros. E, em 1959, dez anos depois, chegou a 100 mil. Em 1990, pela primeira vez, passou a ter mais de 1 milhão de membros. E, em 2019, o número total está em 2 milhões e 500 mil membros.

Leia também:

“Nós temos muito o que agradecer a Deus pelo crescimento que a Igreja Adventista tem experimentado ao longo das décadas”, ressaltou o pastor Erton Köhler, presidente da denominação em solo sul-americano.

Crescimento no quadrimestre

Em 2019, o número de decisões pelo batismo no quadrimestre apresentou crescimento. Foram 143.203 batismos neste ano. No mesmo período do ano passado foram 112.325. No ano passado, por exemplo, 213.450 pessoas se tornaram adventistas neste território.

E 207.720 pessoas deixaram, no mesmo período, de ser membros registrados. Destes, 193.840 pessoas saíram por apostasia (abandono da fé) ou nunca mais foram localizadas. Por outro lado, 13.880 faleceram.

Anuário estatístico

Na ocasião, também foi lançado o Anuário Estatístico da Igreja Adventista do Sétimo Dia na América do Sul. Ele apresenta, de forma condensada, os números do desenvolvimento da Igreja em oito países sul-americanos. Além da parte descritiva, que é o núcleo do Anuário, há, também, uma parte analítica, que é expressa por meio de indicadores e do índice sintético de desempenho.

O sociólogo Thadeu Silva detalhou dados sobre a participação da Igreja na comunidade (Foto: Gustavo Leighton)

Os indicadores foram elaborados com dados coletados nos sistemas oficiais adventistas de 2010 até 2018. O índice agrega todos os indicadores em uma única medida. É ele que reúne os aspectos mensuráveis da denominação para saber como ela está se desenvolvendo. Nesses oito países, por exemplo, há cerca de 139 habitantes para cada adventista. A população estimada para os países sul-americanos atendidos pela Igreja é de 317 milhões, 26 mil e 470 pessoas.

O diretor do departamento de Arquivo, Estatísticas e Pesquisa, doutor Thadeu Silva, explicou que os dados são um material importante para fundamentar ações e projetos da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Comunhão e missão

Gráfico mostra uma radiografia sobre os membros e congregações adventistas (Imagem: Divulgação)

Há algumas maneiras de verificar o que influencia a permanência dos membros adventistas na condição de ativos e missionários. Os indicadores relacionados à comunhão com Deus e com a missão são duas delas.

O Anuário Estatístico 2019 aponta que 29,30% dos membros adventistas costumam estudar a Lição da Escola Sabatina (guia temático sobre doutrinas bíblicas). Quando o assunto é algo mais prático, o indicador de engajamento mostra que 5,24% dos adventistas dão estudos bíblicos. Por outro lado, uma série histórica aponta o aumento no número de pessoas que dizem ter formado uma dupla missionária. Em 2014, eram 87.112 e hoje são 128.636.

Marcos históricos desde 1899

1949 – Igreja Adventista na América do Sul ultrapassa 50 mil membros

1959 – Igreja Adventista na América do Sul ultrapassa 100 mil membros

1980 – Igreja Adventista na América do Sul ultrapassa 500 mil membros

1990 – Igreja Adventista na América do Sul ultrapassa 1 milhão de membros

2002 – Igreja Adventista na América do Sul ultrapassa 2 milhões

2014 – Igreja Adventista no Brasil alcançou 1,5 milhão e se torna país com mais adventistas no mundo

2019 – Igreja Adventista na América do Sul ultrapassa 2,5 milhão de membros

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox