Notícias Adventistas

Ministério Jovem no sul do Paraná realiza mega investidura

O evento encerrou as atividades do ano.

8 de dezembro de 2015
IMG_3161

170 pessoas se investiram nas mais diversas categorias.

Curitiba, PR…[ASN] Foi em clima de comemoração que o Ministério Jovem da Igreja Adventista no sul do Paraná encerrou suas atividades no último sábado (5), na Igreja Central de Curitiba. O evento foi marcado pela mega investidura da classe de agrupadas, líderes de desbravadores e aventureiros, líderes máster de desbravadores e líderes do Geração 148 Nitro.

“O Ministério Jovem como um todo, passa o ano em atividades, e agora chegou a hora de agradecer a Deus! Hoje, temos aqui todos os níveis do Ministério Jovem ativos, celebrando as vitórias”, comenta Eduardo Neto, líder associado do departamento.

Leia também:

-Sul do Paraná forma grupo pioneiro de líderes do Geração 148 Nitro

Ao todo, 170 pessoas se formaram nas mais diversas categorias. Entre elas, estava Cristina Ramos, que foi investida em líder de desbravadores. Tendo uma familiaridade com o clube desde a sua infância, Cristina encerrou suas atividades aos 15 anos e retornou há dois anos, trazendo seus dois filhos e seu marido.

Além do clube, Jhean também participa de corridas e faz questão de ir com seu lenço de desbravador.

Além do clube, Jhean também participa de corridas e faz questão de ir com seu lenço de desbravador.

A grande motivação em se aprimorar ainda mais, conquistando a liderança, veio de seu filho Jhean, um desbravador de 12 anos de idade. O garoto possui paralisia cerebral, que afetou apenas sua parte motora. Mesmo na cadeira de rodas, Jhean participa de todas as atividades do clube desde 2014, e a cada dia ensina aos seus pais que não há obstáculos para ser um desbravador. “O clube fez várias atividades que requereram muito dele (Jhean). Atividades que, eu como mãe, não queria que ele fizesse, porque queria protegê-lo. Mas o Jhean foi o primeiro a dizer que iria fazer. Isso me estimulou a pensar: se ele quer fazer, por que eu não vou fazer? Eu colocava limitações, sendo que ele não faz isso consigo mesmo”, conta Cristina.

O garoto participou de caminhadas, acampamento de sobrevivência, já visitou caverna e até subiu o Pico do Paraná. Tudo com a ajuda dos pais e dos outros desbravadores. Entre essas atividades, o pai de Jhean, Gerson Ramos, revela que a mais difícil foi a caminhada que durou quatro horas. Em um certo trecho, a cadeira de rodas não mais poderia prosseguir, devido à mata fechada. No restante do percurso, Gerson carregou Jhean em seus ombros, assim como fez também em uma caverna, onde o caminho era bem estreito e baixo. “A força, disposição e alegria que ele tem é a nossa motivação maior. Ele não anda, mas tem a nós, que somos as pernas dele”, declara Gerson.

Os clubes foram classificados em ouro, prata e bronze.

Os clubes foram classificados em ouro, prata e bronze.

Além de Cristina, Jhean também cumpriu requisitos e conquistou sua primeira classe regular dos desbravadores. A primeira de muitas. E quando a pergunta envolve desbravadores, Jhean responde rapidamente o que mais gosta de fazer: “Gosto de acampar. É muito legal”, diz.

A programação especial reconheceu e certificou o trabalho realizado pelos clubes de desbravadores e aventureiros do sul do Paraná, classificados em ouro, prata e bronze. A participação musical ficou por conta do Curitiba Coral e do grupo de libras formado por aventureiros. [Equipe ASN, Jéssica Guidolin. Fotos: Jéssica Guidolin]

Veja todas as fotos da mega investidura, em nossa galeria do Facebook. Clique aqui.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox