Notícias Adventistas

Voluntários doam mais de 200 cestas básicas para pescadores artesanais

Projeto é sustentado por doações, que chegaram a 45 mil reais. Ao todo, 900 famílias serão beneficiadas

Por Emanuele Fonseca 19 de agosto de 2020

Pescadores formam fila para receber benefício (Foto: Rafael Fischer)

O Estado do Rio Grande do Sul tem em sua geografia diversos rios, lagos, barragens e lagoas, os quais favorecem o desenvolvimento de atividades de pesca na região. Muitos pescadores gaúchos comemoraram “pescas fartas” no final de 2019. Porém, com a pandemia da covid-19 a comercialização desses peixes caiu em média 28%, segundo a pesquisa da Empresa de Referência de Qualidade e Extensão Rural (Emater).

Nas diversas regiões do território, a maioria das feiras do peixe foi cancelada e os produtores precisaram comercializar as mercadorias com preços mais baratos em suas comunidades. Para ajudar esses trabalhadores, um grupo de 15 voluntários, em parceria com a Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA), doaram mais de 200 cestas básicas no dia 16.

Leia também:

A ação aconteceu na Colônia dos Pescadores, da Ilha da Pintada, que é uma das 16 ilhas que fazem parte do bairro Arquipélago, no município de Porto Alegre. Adriana Silveira trabalha há 10 anos como pescadora e foi uma das beneficiadas. “Estava precisando. Está difícil para todos, né? Agradeço muito a Deus e também a boa vontade de vocês em nos ajudar na hora certa”, comemora.

Lourenço às margens do rio de onde retira o sustento da família (Foto: Divulgação)

Já José Lourenço está na profissão há 20 anos e revela que mesmo vendendo seu produto por um preço mais baixo não tem quem o compre. Por isso, ele sai de casa em casa para conseguir tirar o seu sustento. Mesmo com todas as suas dificuldades financeiras, ele ainda encontra formas de ajudar outros que, segundo ele, precisam ainda mais. “Esse rancho [mantimentos] aqui eu vou levar e doar para uma senhora que está precisando mais do que eu. Muito obrigado!”, agradece.

Auxílios

Um dos idealizadores do projeto, Felipe Reis, compartilha que ao todo foram preparadas 900 cestas básicas, mas a ação será dividida em partes. A próxima entrega será no sábado, 22, no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de Ilha Pintada.

A iniciativa é mantida por doadores. Os voluntários recebem as doações, compram os alimentos em grande quantidade e fecham o transporte para a entrega no local da ação. A ADRA ajudou nos contatos com as comunidades a serem beneficiadas, através da Secretaria de Assistência Social do Município de Porto Alegre.

Para Daniel Fritoli, diretor da ADRA no Rio Grande do Sul, essa é uma oportunidade para quem participa de exercer compaixão e solidariedade. E para quem recebe é um alívio, ainda que momentâneo. “Ações como esta ajudam as pessoas a acreditar que, apesar de tudo o que vemos todos os dias, ainda existe justiça, compaixão e amor. Ou seja, Deus ainda está no controle”, pontua.

Se quiser participar como doador, entre em contato pelo número (51)98105-9810

Veja mais fotos na galeria abaixo:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox