Notícias Adventistas

Administradores paulistas definem metas para 2020

Líderes de todo o estado de São Paulo se reúnem para uma avaliação, planejamento e dedicação do livro missionário de 2020.

Por Késia Andrade 30 de agosto de 2019

Os participantes do evento reafirmam o compromisso com o movimento missionário do Impacto Esperança.

Entre os dias 25 a 28 de agosto aconteceu o Concílio Integrado, uma reunião anual que promove o encontro de líderes e administradores da Igreja Adventista do Sétimo Dia no estado de São Paulo. O objetivo desta edição, que reuniu 200 participantes, foi apresentar resultados e reforçar as metas de 2019, além de planejar os projetos para 2020.

Leia também:

Programação

Para o pastor Domingos Souza, líder dos adventistas paulistas, num momento de planejamento é importante manter o foco. “Comunhão, relacionamento e missão: esta é a essência dos nossos projetos”, afirma. Agora, a maior meta é multiplicar resultados, sempre cuidando do desenvolvimento das pessoas e da continuidade efetiva dos projetos. “Deus não espera a perfeição e, sim, aperfeiçoamento, desenvolvimento e dedicação”, acrescenta.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O presidente da Igreja Adventista para a América do Sul, pastor Erton Köhler, também marcou presença no evento. Em seu discurso, Köhler mencionou a importância dos demais líderes terem consciência sobre o uso dos dízimos e ofertas, perante as crises econômicas que o Brasil vive, entretanto, sem frear o avanço da missão. Ele ainda motivou os participantes a estarem sempre integrados, uma vez que “a visão de integração é valorizada na missão da igreja”.

Dedicação do Livro missionário 2020

Em 2020, o livro A Maior Esperança, escrito por Diogo Cavalcanti e Luís Gonçalves, fará parte do projeto Impacto Esperança. Os autores fizeram algumas reflexões durante o concílio para os participantes e falaram sobre o propósito do livro. Para Cavalcanti, o tema central é a volta de Jesus. “Falamos de histórias reais, dando uma base bíblica e fazendo um apelo ao final de cada capítulo, numa estrutura semelhante a um estudo bíblico”, explica.

Na foto, pastor Luis Gonçalves, um dos autores do livro missionário de 2020.

Os líderes de todas as sedes administrativas de São Paulo, especialmente os responsáveis pela distribuição de literaturas adventistas no estado paulista, fizeram uma oração dedicando o livro e reafirmando o compromisso de participar do projeto.

Estratégias 

Após o momento espiritual matinal, os líderes paulistas se dividiram entre áreas de atuação. O líder de publicações no território paulista, pastor Marco Aurélio, contou com a presença do diretor sul-americano, pastor Tércio Marques, e aproveitou a oportunidade para reunir o grupo de diretores, diretores-associados, assistentes de colportores efetivos e secretárias dos oito escritórios administrativos. O propósito da reunião foi discutir como aumentar o número de colportores e capacitá-los a distribuir ainda mais livros e revistas.

O líder sul-americano do Ministério da Saúde, o médico Rogério Gusmão, também esteve com o líder paulista, pastor Ivan Góes, estabelecendo planos e metas com os participantes.

Comemoração e planejamento 

Na abertura do evento, foram enfatizadas as conquistas e os projetos de 2019. O quarteto Arauteen e o pastor Ronaldo Arco cantaram uma música feita especialmente para o projeto anual, Batismo de Primavera. Já no encerramento, os líderes receberam frutos simbólicos, que representaram as metas para 2020. As ênfases são  multiplicação e desenvolvimento.

Os líderes paulistas representam a pluralidade dos cidadãos paulistas, assim como os desafios da Igreja ao se comunicar com pessoas de diferentes culturas, idades e classes sociais. “Eventos assim são inspiradores, pois nos dão a oportunidade de compartilhar experiências, ouvir reflexões incríveis e ajustar planos e metas”, conclui o líder de publicações da zona sul de São Paulo, pastor Luiz Carlos Araújo.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox