Notícias Adventistas

Espaço Vida e saúde de Novo Hamburgo promove feira de saúde para o projeto Impacto Esperança

O evento ofereceu orientações sobre saúde e contou com uma apresentação musical do Coral Jovem de Novo Hamburgo. Foram distribuídos 3 mil na região.

Por Giovanni Manzolli 26 de maio de 2019

 

Além da tradicional entrega de livros nos bairros, o Impacto Esperança reuniu cidadãos da cidade de Novo Hamburgo na pista de Eventos José Eli Teles da Silveira, em uma feira de saúde.

O Impacto Esperança é um projeto que envolve membros da Igreja Adventista em toda a América do Sul. Todos os anos, deste 2006, a editora adventista Casa Publicado Brasileira, lança um livro missionário que é distribuído em massa e incentivar a leitura, em todo o continente, numa data específica. Em 2019, o foco dos assuntos tratados no livro missionário foi o relacionamento familiar. O nome da obra é Esperança Para a Família. Seus atores são o pesquisador na área de sociologia da família, Willie Oliveira, e sua esposa, a especialista em aconselhamento familiar e saúde mental, Elaine Oliveira.

O último sábado (25) foi o dia escolhido para distribuição do livro Esperança Para Família.  Adventistas sul-americanos se uniram na distribuição gratuita do material em suas comunidades locais. Além da tradicional entrega de livros nos bairros, o Impacto Esperança reuniu cidadãos da cidade de Novo Hamburgo na pista de Eventos José Eli Teles da Silveira, em uma feira de saúde que ofereceu também uma apresentação do Coral Jovem de Novo Hamburgo. Os serviços que ocorreram das 16h às 18h15, foram gratuitos e usaram os oito remédios naturais como  tema central.

Leia também: 

Adventistas do norte gaúcho entregam 210 mil livros missionários 

Dietas alimentares precisam ser feitas com cuidado 

 

Vários grupos de voluntários se envolveram na organização do evento. Clubes de desbravadores e aventureiros da região e os servidores da sede administrativa da Igreja Adventista para a região foram alguns dos apoiadores. A reponsabilidade maior por tudo o que foi feito ficou a cargo dos coordenadores dos cursos do Espaço Vida e Saúde da cidade. Eles realizaram todos os atendimentos em cada barraca montada na feira. Os assuntos abordados foram: alimentação saudável, importância da ingestão regular de água, impactos da respiração de ar puro, benefícios da exposição à luz solar, prática de exercícios físicos, a relevância do repouso, temperança nos hábitos e os bons impactos da confiança em Deus.

Todos que visitaram o espaço público podiam pegar um, dos três mil livros que foram distribuídos, gratuitamente.

Maria Inês começou a frequentar a programação feita por uma comunidade adventista, nas dependências do Espaço Vida e Saúde, por influência de uma vizinha. Ela diz que há muito tempo tinha o desejo de conhecer melhor os princípios bíblicos e encontrou isso lá. Maria não é batizada na igreja adventista, mas participou da entrega de livros. “Eu achei muito bonito. Gostei do modo como se distribui o conhecimento. É algo muito instrutivo”, observa.

Rodrigo Costa, organizador da iniciativa, explica que este tipo de abordagem social é muito eficaz na hora de evangelizar. “Quando a gente vai para a Bíblia, percebemos que Jesus se misturava com as pessoas. Ele supria as necessidades delas, tanto mantais, como físicas e espirituais. Então, um evento como este, serve na parte de evangelismo, porque a gente precisa se importar com o ser humano como um todo e assim mostra Jesus através deste tipo do que fizemos aqui”.

A feira de saúde ofereceu também uma apresentação do Coral Jovem de Novo Hamburgo (acima na foto).

Mariza e Tadeu são moradores de Novo Hamburgo. Após terem feito exames de saúde na feira, defendem que é muito importante promover este tipo de orientação à comunidade. “Achei excelente. Em termos de informação, é bastante útil. Há uma série de coisas que a gente não sabe e fica sabendo aqui”, diz o casal.

Ao todo, 25 pessoas dirigiram o programa na Pista de Eventos, que foi escolhida devido a facilidade de acesso ao local. Nikollas Marschner trabalha no espaço Vida e Saúde de Novo Hamburgo. Ele conta que gosta de servir às pessoas, por isso gostou te ter auxiliado na feira. “Eu gosto de participar de projetos deste tipo, pois acho que as pessoas sentem a necessidade da informação. Então, acho a feira de saúde muito importante” ressalta.

Todos que visitaram o espaço público podiam pegar um, dos três mil livros que foram distribuídos, gratuitamente.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox