Notícias Adventistas

Engajamento de membros potencializa iniciativas evangelísticas

Ações da Igreja focam em relacionamento fortalecido para levar ao estudo da Bíblia

Por Jefferson Paradello 17 de setembro de 2021

Estudo aprofundado da Bíblia tem levado, anualmente, milhares de pessoas a seguir a Cristo e seus ensinos (Foto: Shutterstock)

Há mais de 50 anos, crianças e adolescentes têm fortalecido o mês de setembro como um dos mais significativos para a Igreja Adventista e seus membros. É neste período que se realiza o Batismo da Primavera, oportunidade em que milhares de meninos e meninas expressam, de forma pública, seu desejo de seguir a Cristo. Como resultado disso, suas decisões também levam outros a se preparar e fazer o mesmo.

Tudo isso é parte de um processo que começa muito antes, com estudos bíblicos contextualizados e que direcionam a uma compreensão clara do sacrifício de Jesus e do plano de Deus para o ser humano. Seja em um templo local, em um Pequeno Grupo ou em outras iniciativas, compreender e aceitar a visão apresentada pela Bíblia é chave na hora de justificar tal decisão.

Leia também:

Mas o mês de setembro também engloba outras iniciativas evangelísticas que impulsionam a atividade missionária da Igreja e criam pontes entre pessoas que desejam conhecer mais sobre as Escrituras Sagradas, com aquelas que um dia deixaram de frequentar regularmente as reuniões ou com quem até nem conste mais como membro da denominação.

Mensagem silenciosa

Uma delas é a Semana do Lenço. Em todo o Brasil, pessoas de diferentes faixas etárias decidiram transformar os últimos cinco dias (13 a 17 de setembro) em oportunidades para compartilhar duas mensagens: a valorização da vida e a relevância social e espiritual do Clube de Desbravadores. Durante todo o dia, seja na ida ao trabalho, no transporte público ou até mesmo dentro de um hospital, os membros do Clube carregaram no pescoço o lenço amarelo, despertando assim o interesse de pessoas e simbolizando o combate ao suicídio dentro da proposta do Setembro Amarelo.

A atividade foi também um caminho para conectar pessoas que ao longo do tempo deixaram de frequentar as atividades do Clube e, em diversos casos, a Igreja Adventista. Por isso, de Norte a Sul do País, os desbravadores foram desafiados a visitá-las para relembrar o tempo em que foram membros da agremiação e convidá-las a voltar.

Veja mais detalhes no vídeo abaixo:

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Diego Rafael Barros (@diegorsbarros)

“Em cada igreja temos uma classe bíblica, e todo desbravador participa. Quem é batizado ajuda aquele que não é, e assim discipula outros”, enfatiza o pastor Udolcy Zukowski, diretor dos Desbravadores para oito países da América do Sul.

E o que mais os desbravadores podem fazer para se envolver no evangelismo? Em 2022, o objetivo é que cada um deles convide um amigo para fazer parte do clube. Com isso, se interessarão pelas aventuras, acampamentos e outras atividades. No entanto, o principal, enfatiza Zukowski, é que eles sejam despertados para o estudo da Bíblia.

Mas enquanto o próximo ano não chega, neste sábado, 18, quando se comemora o Dia Mundial dos Desbravadores, o desafio é que os participantes levem ex-integrantes para o programa nos templos locais que já estão autorizados a funcionar com os devidos protocolos, e convidem pessoas para a Semana da Esperança, projeto evangelístico que tem início na mesma data.

Esperança para este tempo

Com uma pandemia em curso e um saldo negativo em diversas áreas, como a economia, 2020 e 2021 tornaram-se anos desafiadores para indivíduos, famílias, religiosos e ateus. A perda de entes queridos para a covid-19 e o aumento do desemprego, por exemplo, resultaram em problemas físicos, sociais e emocionais.

É diante disso que a semana Esperança Além da Crise nasce como uma resposta positiva à pandemia para mostrar que, apensar da situação, Deus está no controle da história. Por isso, até o dia 25 de setembro os templos adventistas estarão de portas abertas para receber convidados para acompanharem reflexões bíblicas e mensagens de conforto. Para encontrar o mais perto de você, clique aqui.

“Nós queremos que as pessoas tenham um encontro real com Cristo, principalmente em um cenário tão desolador como o que estamos vivendo. Queremos que elas vejam que Ele pode curar feridas, pode transformar vidas e está ao nosso lado em todos os momentos. Este encontro é uma oportunidade para ressaltar que o amor de Jesus está acima de qualquer situação, de qualquer adversidade”, sublinha o pastor Luís Gonçalves, evangelista da Igreja Adventista para a América do Sul.

Mas o desafio de convidar outras pessoas para que acompanhem esse programa não está restrito aos adultos. Crianças e adolescentes também estão diretamente envolvidos no encontro, que, inclusive, tem conteúdos exclusivamente preparados para eles. O desafio para eles é levar ao menos um amigo para as reuniões, sejam presenciais ou virtuais.

“Queremos que eles estejam envolvidos de duas maneiras: a entrega deles mesmos a Jesus através do batismo, e a missão com os amigos para trazê-los a Jesus. Muitos deles já estão preparando seus amigos para que sejam batizados com eles, e outros tantos aproveitam essa semana para conseguir trazê-los na igreja pela primeira vez”, explica a professora Glaucia Korkischko, diretora do Ministério da Criança e Ministério do Adolescente para oito países sul-americanos.

Saiba como envolver-se:


Você também pode receber esse e outros conteúdos diretamente no seu dispositivo. Assine nosso canal no Telegram ou cadastre seu número via WhatsApp.

Quer conhecer mais sobre a Bíblia ou estudá-la com alguém? Clique aqui e comece agora mesmo.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox