Notícias Adventistas

Menina abre mão de ganhar presentes de aniversário para ajudar crianças com câncer

Maria pediu que seus colegas de sala de aula levassem leite em pó para serem doados ao Grupo de Apoio à Criança com Câncer.

Por Evellin Fagundes 8 de setembro de 2019

No seu aniversário de 7 anos, Maria abriu mão de ganhar presentes. Pediu que seus colegas levassem leite para serem doados ao Grupo de Apoio à Criança com Câncer. (Foto: Reprodução)

Existe idade para exercer a solidariedade? A iniciativa de Maria Fernanda, de 7 anos, é uma evidência de que não. A pequena escolheu comemorar seu aniversário fazendo uma festa com seus colegas do 1º ano do fundamental, no Colégio Adventista de Itabuna, no sul da Bahia. O fato seria comum se não fosse pelo tema e propósito da celebração. Maria Fernanda abriu mão de ganhar presentes e preferiu que seus colegas levassem leite em pó, que depois seriam direcionados para uma finalidade específica.

“A minha festa eu escolhi “colheita de amor” porque a gente tem o maior amor pra poder ajudar as crianças que têm câncer, ajudar as crianças que estão “dodóis. A gente pode ajudar todo mundo, então eu pedi esse pacote de leite para doar pro GACC [Grupo de Apoio à Criança com Câncer]”, explica Maria durante sua festa, que aconteceu no dia 22 de agosto.

Leia também:

Raffaella Moutinho, mãe de Maria, contou de onde surgiu a ideia. “Estávamos organizando o quarto dela e separamos brinquedos repetidos para doar. Conversando, surgiu o assunto “aniversário”, quando ela disse que tem muitos brinquedos e não precisa de mais e que poderia pedir algo aos colegas para ajudar as crianças do GACC”, relata.

Maria Clara diante dos pacotes de leite em pó que recebeu como presente em seu aniversário. (Foto: Reprodução)

A ação altruísta chamou a atenção de colegas e da professora. Acostumada a acompanhar as atividades sociais promovidas pelo Colégio, como a entrega de brinquedos para crianças moradoras de uma localidade carente, a professora de Maria Fernanda, Claudia Vivas, achou interessante a atitude espontânea da aluna. “Como professora, me sinto honrada em notar que os valores ensinados em sala de aula têm feito parte das vivências de Maria Fernanda. Importante destacar também o papel da família, sempre parceria da escola”, diz.

Plantando amor

O GACC Sul Bahia é uma instituição que acolhe, especialmente, crianças e adolescentes de 0 a 18 anos que vêm à Itabuna fazer tratamento do câncer. Atualmente, atende, em média, 20 famílias por semana, abrangendo uma área de mais de 200 municípios.

Por ser uma iniciativa sem fins lucrativos, sobrevive de doações. Segundo a coordenadora da Casa, Juliana Silva, toda doação é importante. Ela explica que o atendimento vai além da oferta de abrigo às famílias. “A demanda não é só a da casa de apoio, mas nós também damos assistência na alimentação de pacientes internados em hospitais e seus acompanhantes. E em casos específicos, auxiliamos com cestas básicas”, esclarece.

Grupo composto por professores, alunos e pais durante o ato da entrega (Foto: Arquivo pessoal)

No dia 5 de setembro, com apoio do Colégio, Maria Fernanda, seus pais e colegas foram até a Casa de Apoio e fizeram a entrega dos pacotes de leite em pó. “É uma ação muito bonita, ainda mais se tratando de uma criança. Já mostra que ela tem uma excelente consciência social. Nós sabemos o que as famílias passam e sabemos que essas doações farão diferença. Elas ficarão muito agradecidas”, completa a coordenadora Juliana.

Com felicidade, Raffaella conta que a empatia é uma característica presente na filha. “No início do ano perdemos uma tia muito amada com câncer e isso mexeu e ainda mexe muito com ela. Ela tem saudades, fala que será médica cientista pra descobrir a cura de muitas doenças”, detalha. “Ela é muito sensível e quando vê pessoas carentes e necessitadas, se movimenta pra ajudar de alguma forma, pedindo suporte a mim e aos avós. Como pais, ficamos felizes em ver nossa filha com o coração inclinado para ajudar ao próximo.”

O gesto da menina foi publicado no jornal Diário Bahia em uma página inteira e no dia 13 de setembro a reportagem em vídeo será exibida no programa Revista Novo Tempo, a partir das 18h45, na TV Novo Tempo.

A notícia foi publicada no jornal Diário Bahia em uma página inteira. Clique para ampliar (Foto: Reprodução)

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox