Notícias Adventistas

Com livros em árvores, na geladeira e servidos em bandeja, jovens participam do Impacto Esperança

Após um final de semana marcado por muita chuva no Espírito Santo, o Impacto Esperança em partes do centro-norte capixaba foi realizado neste sábado (7)

Por Leonardo Saimon 7 de novembro de 2020

Livros são servidos em bandeja por jovens da Igreja Adventista Central de Vitória (Foto: Paulo Donna)

Após um final de semana marcado por muita chuva no Espírito Santo, o Impacto Esperança em partes do centro-norte capixaba foi realizado neste sábado (7), após a data oficial. Na Grande Vitória, a juventude usou da criatividade para entregar livros gratuitamente e desta maneira darem sequência ao projeto sem deixar de participar. Na orla de Camburi, voluntários se caracterizaram de garçons para “servirem” o livro “A Maior Esperança”. Em todo o estado, cerca de 600 mil exemplares estão sendo entregues como parte da iniciativa promovida pela Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Leia também: 

Com trajes a caráter, luvas e bandejas em mãos, jovens abordavam os transeuntes que caminhavam pela orla próximo ao posto 4. Os garçons também serviram os motoristas que paravam no semáforo. Um exemplar grande do livro chamava a atenção de quem passava pelo local e uma mesa com exemplares dispostos para pronta entrega completava o cenário.

“Este é um movimento que fazemos todos os anos, mas devido a pandemia a gente quis se reinventar. Usamos uma estratégia para que as pessoas evitassem ter contato direto conosco. Elas mesmas podiam pegar os exemplares”, explica o organizador do movimento Ronald Guimarães.

Ideia era fazer com que a população se servisse e dessa forma evitasse contato físico (Foto: Davner Toledo)

Além dos garçons, cerca de 20 jovens também participaram da iniciativa entregando água e exemplares do livro “A Maior Esperança”.

Vinícius Galter, um dos garçons do projeto, conta que nem todos aceitaram, mas de maneira geral, a aceitação foi boa.

“As pessoas se mostram mais abertas quando falamos que o livro fala de esperança. Acredito que é pelo contexto no qual estamos passando. Fico feliz em fazer parte de um movimento que leva esperança”, sublinha Galter.

O Google Trends corrobora a análise de Galtar. Isso porque a plataforma registrou um pico este

No bairro mais populoso de Vitória, capixabas também “colheram esperança” (Foto: Arquivo Pessoal)

ano de buscas por palavras como “Deus, fé, oração e meditação”.

Criatividade na entrega 

Outros grupos também se articularam de maneira criativa para realizar a entrega gratuita dos livros. Na praça Nilze Mendes, em Jardim Camburi, voluntários plantaram os exemplares em árvores e convidavam as pessoas para que elas “colhessem esperança”.

Com faixas e balões coloridos, a equipe chamava atenção para o movimento que estava ocorrendo na região. O grupo colocou os livros em um plástico e junto também fez a distribuição de máscaras.

Na Serra, a feira da Lagoa de Carapebus foi surpreendida com uma ação inusitada. Cerca de 26 voluntários realizaram a entrega após montar uma geladeira no meio da rua. Com uma placa escrita “Água grátis! Você já tomou sua água hoje?” eles ofereciam livros como uma metáfora a Água da Vida, uma das analogias descritas por Jesus ao se referir a si mesmo.

Na Serra, livros foram colocados dentro de uma geladeira (Foto: Arquivo Pessoal)

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox