Notícias Adventistas

Batismo em Libras é destaque no Rio de Janeiro

Leandro Silva é surdo congênito e foi batizado na Igreja Adventista Central Rio no último sábado, 25.

Por Fabiana Lopes 29 de setembro de 2021
Batismo em Libras é destaque no Rio de Janeiro

Leandro se levanta da água com um sorriso que descreve bem a alegria do momento. Foto: Shyrlei Couto

Cada vez que um batismo acontece, o pastor profere algumas palavras como: “eu pastor, batizo (nome) em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo, amém!” e explica como será feito o procedimento de segurar no braço, tapar o nariz e coisas deste tipo. No dia 25 de setembro, foi exatamente isso que o pastor Márcio Siqueira fez com o Leandro Silva, mas de uma maneira diferente. Pr. Márcio é auxiliar na Igreja Adventista Central Rio e capelão do Colégio Adventista da Tijuca – CAT.

Acontece que Siqueira não fala Libras, mas ele fez questão de aprender estas frases para se comunicar com o Leandro neste momento tão especial. “Eu poderia ter pedido ao intérprete, mas eu preferi aprender através de um vídeo. Fiquei um pouco nervoso, mas o fato de me comunicar com alguém sem conhecer sua língua surtiu um resultado muito melhor”, menciona o pastor Márcio. Confira aqui a programação completa.

Leandro Silva tem 36 anos e é surdo congênito, ou seja, nasceu com a surdez. Ele trabalha como auxiliar administrativo no bairro Penha Circular. Conheceu a Igreja Adventista aos 19 anos através do convite de um amigo e aos 20 tornou-se adventista. Sua primeira visita aconteceu num domingo e na semana seguinte ele voltou no sábado. Leandro percebeu que a frequência aos sábados era muito maior e que as pessoas usavam uma roupa mais elegante neste dia. Diante disso, perguntou ao amigo: “Por que vocês combinaram o sábado, em vez do domingo, para frequentar a Igreja?” Então, o amigo lhe explicou sobre os Dez Mandamentos da Bíblia. “Fiquei bastante feliz por descobrir a boa nova”, escreve Leandro.

Leandro permaneceu na igreja por seis anos, mas acabou se afastando por questões doutrinárias sobre a Trindade. “Eu nunca deixei de cumprir os mandamentos de Deus e retornei quando um estudioso da revista teológica adventista mostrou os manuscritos gregos do Novo Testamento (especialmente Mateus 28:19). Tudo indica a existência da Trindade em nome do Pai, do Filho, e do Espírito Santo. Relembrei que o movimento que me afastou da igreja sequer mostrou um único manuscrito grego que defendesse sua tese”, relembra Leandro.

Atualmente, Leandro aproveita seu intervalo de almoço para conversar com amigos surdos e até ouvintes sobre as verdades bíblicas. Tudo começa com uma conversa espontânea e termina em assuntos bíblicos. “Foi a melhor maneira que encontrei de evangelizar meus amigos”, afirma Leandro.

Batismo em Libras é destaque no Rio de Janeiro

Leandro é recebido pelos Aventureiros da Igreja Adventista Central Rio. Foto: Shyrlei Couto

Em sua família, Leandro é o único adventista. Ele ressalta que o Ministério Adventista dos Surdos é um diferencial da Igreja Adventista. “É preciso entender que nosso evangelismo é diferenciado, pois precisam se comunicar com as mãos, assim, a verdade também chegará aos surdos”, escreve.

Leandro se comunica muito bem através da escrita e quando foi perguntado sobre o que sentiu no momento do seu batismo, ele declarou com apenas duas palavras: “Eu renasci!”

Curso de Libras gratuito é oferecido na Igreja Central Rio

O curso de Libras é oferecido de maneira gratuita na Igreja Adventista Central Rio em dois níveis: básico e avançado. Durante a pandemia, ele foi mantido de forma online. Neste ano, cerca de 48 alunos participaram, dos quais 33 se formaram.

Para o curso básico, a duração é de três meses e meio, de forma intensiva. Já o curso avançado dura em torno de seis meses e é ministrado pelo professor surdo Paulo Pedro, que é membro da Igreja Adventista Central Rio.

Leia também: IX Evangelibras destaca setembro azul – Mês da Comunidade Surda

O objetivo principal deste curso é formar intérpretes para atuarem na igreja. Mas isso não impede que pessoas não adventistas participem do curso e assistam aos cultos, onde a tradução acontece aos sábados (manhã) e domingos (noite) durante todo o culto.

Pastor Márcio está no seu quinto ano de ministério e está sendo seu primeiro contato com o Ministério Adventista dos Surdos. “Desejo muito mais agora aprender libras para poder me comunicar com eles de forma mais efetiva. O círculo de comunicação deles se abre quando mais pessoas aprendem, pois o círculo social deles é muito restrito. Cada pessoa que consegue se comunicar com eles é um novo mundo que se abre de conhecimento e amizade”, afirma Siqueira.

Classe da Escola Sabatina dos Surdos durante o sábado pela manhã. Foto: IASD Central Rio

Novas turmas são abertas a cada ano através do preenchimento de formulário. As turmas têm vagas limitadas e são sujeitas à aprovação prévia dos organizadores. Acompanhe o perfil da Igreja Adventista Central Rio e faça a sua inscrição!

*26 de setembro – Dia Nacional dos Surdos

O Dia Nacional dos Surdos é comemorado em 26 de setembro, desde o decreto publicado em 2008. Uma conquista para a Comunidade Surda e a constante luta pela inclusão dos surdos na sociedade.

Algumas conquistas da Comunidade Surda foram:

  • Reconhecimento da Libras como meio legal de comunicação e expressão (decreto de Lei n. 11.796 em 29 de outubro de 2008);
  • Obrigatoriedade do ensino de Libras na formação de professores;
  • Obrigação do ensino bilíngue para crianças com deficiência auditiva; e
  • Obrigatoriedade da presença de intérprete de Libras nos órgãos públicos.

A data foi escolhida por coincidir com a fundação do Instituto Imperial de Surdo-Mudos por Dom Pedro II, em 26 de setembro de 1857. O professor francês Édouard Huet foi convidado para lecionar às crianças surdas para integrá-las à sociedade. Por isso, a Língua Brasileira de Sinais, Libras, teve forte influência da Língua de Sinais Francesa.

Atualmente, o instituto recebe o nome de Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES). O INES mantém o ensino bilíngue de pessoas surdas no Brasil.

*Fonte: https://www.libras.com.br/dia-nacional-dos-surdos acesso em 29/09/2021

“Pastor Márcio falou em libras sem saber, mas isto não importa, o mais importante é linguagem em que ele entendeu significado quanto a mim. Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno. (Salmos 139:23,24)”, finaliza Leandro.

Todas as perguntas da entrevista para esta reportagem foram feitas ao Leandro por mensagens de texto.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox