Notícias Adventistas

Motorista de aplicativo recebe convite e leva família para culto drive-in

Passageira que pediu a corrida viu oportunidade de levar esperança a outras pessoas

Por Emanuele Fonseca 25 de setembro de 2020

Evento foi realizado em três sessões e reuniu mais de 600 veículos (Foto: Fábio Domiciano)

Com que frequência você utiliza aplicativos de transporte? Já pensou na possibilidade de transformar esse momento em uma oportunidade evangelística?

O mercado de aplicativos de transportes no Brasil está em alta devido ao preço, praticidade e rapidez. Esses são os pontos positivos que a modalidade oferece, segundo uma pesquisa feita pela Mobile Time.

Leia também:

Everton Neves é motorista de aplicativo há dois anos e tem tirado seu sustento desse trabalho. No domingo, 20 de setembro, ele recebeu uma proposta diferenciada de corrida: a passageira precisava ir para um local e solicitou o trabalho do profissional.

“Pra mim foi inusitado porque a pessoa que levei queria a corrida, mas… que eu ficasse no evento. No começo eu não entendi direito se ela queria que eu a levasse e saísse do carro, até que ela falou que podiam ficar quatro pessoas, contando comigo”, detalha o motorista.

Quando chegou no local, Neves sentiu que não era qualquer programação. Percebeu que aquilo era um culto promovido pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, em formato drive-in. O evento, que durou aproximadamente 1h30, o encantou com a mensagem do orador, pastor Rafael Rossi, diretor de Comunicação da Igreja Adventista para oito países sul-americanos, e também a participação musical de Sérgio Saas e da dupla Dilson e Debora.

Oportunidades para compartilhar esperança

“Até algumas horas antes eu não sabia o que iria acontecer. Para mim eu estava indo só para trabalhar, fazer meu serviço. Mas quando cheguei lá, vi que era um encontro com Deus”, explica o motorista.

Quem contratou o serviço de Neves foi Zeli Ferreira, adventista há 28 anos que o conheceu por meio de uma amiga, que tem uma escola, onde o filho do profissional estudava.

Zeli ressalta que o evento, além de impactá-la, alcançou todos que estavam no carro, inclusive o motorista. “Senti que ele foi tocado a todo momento. Teve investidura de lenço dos desbravadores e tivemos a oportunidade de falar um pouco das atividades exercidas por eles, já que o Everton tem um filho nessa faixa etária”, pontua.

O encontro também teve um programa dedicado aos desbravadores (Foto: Divulgação)

Próxima sessão

Ao acabar o drive-in, Neves pensou em sua família. Queria que eles também pudessem vivenciar aquilo, mas acabou não compartilhando esse desejo com ninguém. Porém, foi surpreendido com um novo convite.

“Quando chegou na hora da saída, sem eu pedir, um rapaz que era membro adventista, passou o convite pela janela do carro, caso eu quisesse trazer alguém na sessão da tarde. Aí na hora eu disse: ‘Glória a Deus, eu tinha pensado nisso!’, era para eu voltar com a minha família e eu voltei”, vibra.

Essa história chegou aos administradores do evento, que presentearam o filho do motorista com a assinatura de um ano da Revista do Nosso Amiguinho.

Zeli ficou muito feliz com o resultado, mas entendeu que sua parte não deve parar por aqui. “Já fiz o convite para ele assistir com a família o próximo drive-in, que será realizado no dia 24 de outubro em um sítio em Gravataí”, finaliza.

Veja outras imagens na galeria:

Para ver todas as fotos do Drive-in, clique aqui.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox