Notícias Adventistas

Guia enfatiza importância do estudo e interpretação da Bíblia

Ponto principal do material, de autoria de Frank e Michael Hasel, é destacar a necessidade de uma interpretação correta das Sagradas Escrituras.

Por Felipe Lemos 26 de março de 2020

Lição trimestral da Escola Sabatina sempre aborda, ou um tema geral de interesse na área bíblica, ou algum livro específico. (Foto: Reprodução Casa Publicadora Brasileira)

A Bíblia Sagrada é um dos livros mais conhecidos do mundo. E há um grande desafio para as igrejas cristãs, inclusive para a Igreja Adventista do Sétimo Dia, para que as pessoas estudem a Bíblia com maior profundidade. As Sagradas Escrituras são compostas de 66 livros, divididos em Antigo e Novo Testamentos, organizados ao longo de vários anos e com mais de 40 diferentes autores.

Além disso, há mais de 24.600 manuscritos do Novo Testamento dos primeiros quatro séculos depois de Cristo que ainda estão preservados e chagaram até os dias de hoje. Diante disso, como tornar o estudo e a interpretação do livro sagrado do cristianismo interessante e aplicável para a vida das pessoas?

Leia também:

A Agência Adventista Sul-Americana (ASN) conversou com os dois autores da lição da Escola Sabatina, intitulada Como interpretar as Escrituras. Trata-se do guia mundial que ajudará a nortear o tema a respeito da importância do estudo da Bíblia entre os meses de abril a junho de 2020. Os autores são Frank Hasel, diretor associado do Instituto de Pesquisa Bíblica da sede mundial adventista, e Michael Hasel, professor de Teologia na Southern Adventist University e diretor do Instituto de Arqueologia e Museu Arqueológico Lynn H. Wood.

Qual é exatamente o propósito da lição deste trimestre em termos de entendimento das Escrituras? O que os alunos devem compreender ao final dos três meses?

O propósito é ajudar as pessoas que estudam a lição a entender melhor a Bíblia. Ela quer aumentar a conscientização sobre porque a interpretação bíblica é necessária e como a Bíblia pode ser interpretada adequadamente. Ela quer equipar os membros da igreja para aprenderem a usar métodos sólidos de interpretação e entender melhor nossa abordagem adventista da interpretação bíblica.

Qual é a importância de entender o contexto histórico, as línguas originais e até as figuras de linguagem para fazer melhor uso do conteúdo da Bíblia e uma aplicação correta?

O contexto histórico das Escrituras pode nos ajudar a entender melhor o pano de fundo da mensagem bíblica. Pode ajudar a explicar por que os escritores bíblicos abordaram alguns problemas e qual é o significado disso. A Bíblia não foi escrita em português ou inglês. Como em qualquer tradução, é sempre uma interpretação, portanto é útil conhecer os idiomas originais da Bíblia para entender adequadamente sua mensagem. Por exemplo, a palavra saudade, em português, é muito difícil de traduzir devido à profundidade do significado que expressa.

O mesmo se aplica a algumas palavras em hebraico, como ḥesed. Essa palavra pode ser traduzida como bondade amorosa ou misericórdia. Livros inteiros foram escritos sobre esta única palavra das Escrituras porque ela descreve a profundidade do amor de Deus por nós. O contexto da passagem sobre se é uma parábola, poesia, narrativa histórica ou simbolismo profético também é importante para entender, a fim de interpretar corretamente as Escrituras.

Quais são os dois maiores erros cometidos pelas pessoas quando elas leem o texto bíblico e geralmente não entendem claramente o que leram ou fazem interpretações distantes do significado do que o texto pretende dar?

Um dos erros que as pessoas cometem quando não entendem um texto bíblico é ignorá-lo. Se você ignorar o texto, ele não poderá mais ter um efeito de mudança de vida em você, e você não poderá aumentar sua compreensão dele. Por outro lado, algumas pessoas pensam que sabem tudo e não precisam aprender mais nada. Eles apresentam explicações fantasiosas que geralmente são exageradas. É melhor admitir uma falta de entendimento do que apresentar uma explicação que não seja sólida e duvidosa.

Outro erro é que eles pensam que o problema está no texto, enquanto geralmente é nossa compreensão do texto que é deficiente. Às vezes, não conseguimos reunir todas as informações para entender completamente seu significado.

Sabemos que o estudo da Bíblia requer uma profunda dependência de Deus e uma adaptação do tempo. O que vocês recomendam como diretrizes para aproveitar ao máximo os ensinamentos da Bíblia no caso de uma pessoa sem conhecimento teológico?

Talvez a melhor recomendação seja a orientação de ler a Bíblia regularmente e, em seguida, reservar um horário específico do dia, quando sei que ficarei tranquilo. Muitas vezes, manter um diário pode ajudar a lembrar dos insights de nosso estudo das Escrituras. E antes de começar a ler a Bíblia, peça a Deus em oração que abra sua mente para entender Sua palavra e esteja disposto a segui-la com alegria. O livro que acompanha a lição, Como Entender A Bíblia, de nossa autoria, fornecerá mais informações sobre os métodos de interpretação bíblica.

Comentário introdutório ao estudo da lição sobre interpretação da Bíblia:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox