Notícias Adventistas

Crianças recebem cartas para inspirá-las a estudar a Bíblia

Diretoras do Ministério da Criança percorrem distâncias para visitar meninos e meninas e impulsionar projeto Correio do Amor.

Por Heron Santana 29 de junho de 2020

Seguindo medidas de proteção, Edileusa (à direita), percorreu 12 km e visitou 54 crianças em lugares sem acesso à internet (Foto: Divulgação)

Diretora do Ministério da Criança da Igreja Adventista do Sétimo Dia no Povoado de Itatiaia, em Capim Grosso, na Bahia, município a 272 km de Salvador, Edileusa de Jesus Nunes chegou a um portão de uma casa em área rural da cidade. Usando máscara e carregando uma sacola, trazia nas mãos um coração feito de cartolina, com a frase “Correio do Amor”.

Parecia uma senha para meninos e meninas, que correram em direção a ela. Cada criança recebeu uma carta falando da saudade de estar junto, além de um guia com versos bíblicos para motivar os pequenos a estudar a Bíblia e a lição da Escola Sabatina.

Leia também:

A ação, ocorrida no sábado, 27 de junho, foi destaque das comemorações pelo 13º sábado, que no calendário organizacional adventista marca o fim de um ciclo de estudos bíblicos por meio da lição da Escola Sabatina e o início de um novo ciclo. Um movimento que inspira a estudar a Bíblia por meio do guia semanal, em classes de estudo da Escola Sabatina que reúnem quase 48 mil crianças e adolescentes – unidades agora inviabilizadas de encontros presenciais devido ao novo coronavírus.

O Correio do Amor foi uma ação na medida para o contexto da pandemia. Vestidas de carteiras, líderes do Ministério da Criança das comunidades visitaram famílias para levar a cartinha com uma mensagem de afeto e presentes de incentivo para o estudo da Bíblia.

Conexão permanente

Com famílias isoladas em casas, muitas delas em regiões distantes, a ação trouxe emoção, apesar de seguir todas as medidas de prevenção contra a Covid-19, como o uso das máscaras, luvas e impossibilidade de abraços. Ao mirar famílias sem acesso à internet ou mesmo ao WhatsApp, o projeto ofereceu uma dose de afeto capaz de motivar famílias adventistas separadas pelo regime de distanciamento físico, por meio de uma visita mesmo sem permitir maior proximidade.

“Foi gratificante reencontrar as crianças e ouvir elas dizerem que estavam com saudade da igreja, bem como ver a retribuição dos pais, dizendo que estavam com saudade do ministério e dos professores”, compartilhou Edileusa, que percorreu 12 km na garupa de uma moto no sábado passado, quando chegou a visitar 54 crianças. Só no 13º sábado, foram cerca de 250 crianças atendidas no norte da Bahia pelas líderes deste ministério.

Criado a partir da iniciativa da diretora Rosana dos Santos Magalhães, do distrito de Senhor do Bonfim, na Bahia, o projeto Correio do Amor pode se transformar em uma ação de rede, como afirmou Marciley Melros, que está à frente do Ministério da Criança da Associação Bahia Norte, sede da Igreja Adventista para a região norte da Bahia.

Ao ver a ideia de Rosana, esposa de pastor distrital, de visitar crianças para entregar máscaras e uma carta, Marciley decidiu motivar as líderes dos demais municípios a também realizarem a campanha, oferecendo, inclusive, um treinamento remoto. Até o momento, 327 famílias já foram visitadas. “Creio que será uma rede de apoio às crianças. Colocamos o desafio para que, quando a criança receber a carta, retribua a ação escrevendo outra correspondência, para alguém que ela escolher”, explicou Marciley.

Em outras áreas da Bahia e de Sergipe, líderes realizaram um tipo de visita para levar o culto das crianças até a porta das casas (Foto: Divulgação)

Ações diferenciadas

Além do Correio do Amor, outras ações mobilizaram as comunidades adventistas durante o 13º. Houve líderes do Ministério da Criança que realizaram encontros em locais abertos com os pequenos, para estudar a lição e fazer um sábado especial depois de todas as ações realizadas virtualmente. As visitas aconteceram respeitando os cuidados e medidas de proteção contra o novo coronavírus.

Em Jequié, na Bahia, o 13º sábado culminou com o encerramento de uma semana de oração realizada nas madrugadas no distrito de Jequiezinho, onde duas de nove igrejas foram reabertas, seguindo protocolos municipais. O resultado desta ação, realizada pelo pastor Laércio Muniz, foi o batismo de quatro pessoas às 5h, antes do nascer do sol.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox