Notícias Adventistas

Estudante adventista ajuda a produzir cartilha infantil de prevenção contra a Covid-19

Iniciativa ajuda a levar informação para crianças em momento em que várias regiões flexibilizam isolamento social.

Por Heron Santana 29 de junho de 2020

Miralva Santos é estudante de Publicidade e Propaganda em Salvador, BA (Foto: Divulgação)

Com as medidas de distanciamento físico sendo flexibilizadas a partir dos protocolos de reabertura das atividades, a necessidade de ampliar o conhecimento público sobre medidas sanitárias de proteção contra o novo coronavírus torna-se ainda mais importante. Por isso, iniciativas como a do Conselho Regional de Enfermagem da Bahia, que disponibilizou em seu site e redes sociais a cartilha “Não dê carona para o corona”, ganham relevância e inspiram outras instituições a investir em comunicação preventiva.

O material é destinado ao público infantil e contou com a ajuda da estudante de Publicidade e Propaganda Miralva Santos, membro da Igreja Adventista do Sétimo Dia em Salvador, capital baiana.

Leia também:

Miralva é estagiária do núcleo de comunicação do Conselho Regional de Enfermagem do Estado. Ela apresentou, ao vice-presidente da entidade,  a ideia de fazer algo para as crianças, mesmo não formando o público do conselho; uma ação capaz de oferecer informação sem criar pavor e que fosse contextualizada com a realidade baiana.

“Crianças são curiosas e precisam também ter acesso à informação”, afirmou a estudante. Com o sinal verde da liderança, Miralva convidou o ilustrador e designer Ítalo Isaias, amigo da faculdade, e tocaram o projeto, que ainda contou com suporte técnico e teórico do conselho.

Cartilha usa linguagem acessível para inspirar crianças a desenvolver e manter cuidados básicos de prevenção contra o coronavírus (Imagem: Divulgação)

Com linguagem acessível e de fácil compreensão, a cartilha apresenta dois personagens, Tico e a enfermeira Lulu, que ensinam às crianças cuidados como lavar as mãos com água e sabão, utilizar um pano para cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar, usar máscaras, evitar aglomerações, além de orientar sobre o que é o vírus e o que ele causa no corpo humano.

Ainda possui um espaço para entretenimento, com ilustrações para que as crianças possam colorir e aprender ainda mais sobre a Covid-19. A cartilha é de uso livre e está disponível para escolas, igrejas e organizações do terceiro setor, entre outras entidades.

Miralva e o ilustrador Ítalo Isaias trabalharam juntos no projeto (Foto: Divulgação)

Representatividade

“Participar deste projeto me deixou muito feliz e emocionado porque quando pensamos nos personagens pensamos em trazer o que é próximo da gente”, disse Ítalo Isaías, comentando também sobre a preocupação com a representatividade racial ao abordar o tema da prevenção.

“O Tico, por exemplo, foi inspirado no meu sobrinho. Queria que ele se identificasse, pois, sempre que pergunto qual a cor dele, ele me responde que é marrom e isso me mostra que a questão do racismo ainda não chegou nele; Já a enfermeira Lourdes, o nome foi uma sugestão de Miralva e nós decidimos apelidar, carinhosamente, de Lulu. Ela é uma homenagem aos profissionais que estão na linha de frente lutando contra a Covid-19, inclusive aqueles que foram contaminados”, concluiu.

A cartilha trouxe resultados antes mesmo de ser produzida. Segundo Miralva, uma enfermeira pediátrica de um hospital infantil de Salvador soube do projeto e se interessou em ajudar, pois as crianças internadas estavam sem poder receber os voluntários que ajudam com atividades de diversão por conta da pandemia; a cartilha iria ajudá-las nesse momento, ela concluiu. A notícia motivou o Conselho a fazer uma tiragem impressa para atender as crianças do hospital.

“Como estudante adventista gosto de pensar no ‘ir aonde Deus mandar’. No momento em que vivemos, é o meu desafio diário mostrar para aquelas pessoas com quem convivo que ser cristão é muito além do que ir à igreja ou não trabalhar aos sábados. É estar atento às dores das pessoas em todas as esferas e mostrar como Jesus faria”, declarou Miralva.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox