Notícias Adventistas

Josanan Alves

Josanan Alves

Primeiro Deus

Histórias e provas de fidelidade a Deus em todos os momentos e circunstâncias da vida.

Do caos à ordem

Deus está sempre disposto a resgatar o ser humano (Foto: Shutterstock)

Caos poderia ser uma boa palavra para descrever o momento em que o mundo está vivendo. Em poucos dias, a vida no planeta Terra saiu da sua normalidade. Alguns chamam de “crise mundial sem precedentes”, mas se você olhar para a Bíblia perceberá que essa não é a maior crise já enfrentada pela humanidade.  

Ao ler Bíblia com atenção, você verá que esse é um livro repleto de crises. Alguém já disse que apenas quatro de seus capítulos não apresentam crises: Genesis 1 e 2, quando tudo era perfeito; e Apocalipse 21 e 22, quando tudo será colocado em ordem. Fora isso, elregistra uma diversidade quase infindável de dramas, mas, acima disso, a Bíblia é um conjunto de soluções e intervenções divinas para essas crises. 

Leia também:  

Ao longo das próximas semanas vamos analisar algumas dessas crises encontradas no texto bíblico e visualizar as intervenções divinas. Imagino que esse exercício pode ajudar a “trazer à memória o que me pode dar esperança (Lamentações 3:21).  

Neste artigo vamos estudar o que pode ser chamado de a porta de entrada de todas as crises: a queda do homem, descrita em Gênesis 3. A melhor maneira de entender esse capítulo é ter em mente que ele traça um contraste entre a ordem descrita nos capítulos 1 e 2 de Gênesis e o caos que se instala após a queda do homem.  

Longe de Deus  

Os primeiros versos de nesis 1 apresentam uma Terra em estado de caos: 

A terra, porém, estava sem forma e vazia; havia trevas sobre a face do abismo” (verso 2). 

Sabe o que colocou a Terra em ordem? A palavra e atuação de Deus. 

Disse Deus: Haja luz; e houve luz” (verso 3).  

A expressão “Disse Deus” aparece nove vezes para deixar claro que em cada estágio do caos inicial apenas a atuação da palavra de Deus é capaz de trazer ordem. Essa é a única solução eficaz para o nosso planeta: a intervenção da poderosa palavra e as ações divinas.   

Já o capítulo três poderia ser descrito como: da ordem ao caos, quando o homem decide dar ouvidos à vontade do inimigo de Deus. Portanto, tudo que era ordem vira caos. O mesmo princípio se aplica para nossa vida pessoal, casamento, negócios, etc.  

O preço do protagonismo  

Se você observar os capítulos 1 e 2, todas as ações apresentadas são iniciadas por Deus. Ele diz, vê, chama, faz, coloca, cria, descansa, santifica, abençoa, etc.  

O resultado desse protagonismo de Deus nas ações é vida e prosperidade. 

Já no capítulo 3, as criaturas (serpente e o casal Adão e Eva) são responsáveis pela maioria das ações apresentadas. Eles falam, respondem, tomam o fruto, comem, veem, ouvem, etc. E o resultado desse protagonismo da criatura é destruição e morte.  

Esse é sempre o problema nas crises: o ser humano tornar-se protagonista. Ao longo das eras, o homem passou a rejeitar Deus e Sua palavra, a fazer apenas o que lhe agrada, comer apenas o que lhe agrada, pensar apenas o lhe agrada, e é nessa circunstância que o caos sempre se instala.  

Contrastes entre a ordem e o caos   

Em Gênesis 1 e 2 vemos a completa ausência de conflito. “Viu Deus tudo quanto fizera, e eis que era muito bom” (Gênesis 1:31).  

De Gênesis 3 em diante vemos a instalação de conflito“Quando ouviram a voz do Senhor Deus, que andava no jardim pela viração do dia, esconderam-se da presença do Senhor Deus, o homem e sua mulher” (Gênesis 3:8).  

Em Gênesis 1 e 2 o espaço e as criaturas são imaculados. “Ora, um e outro, o homem e sua mulher, estavam nus e não se envergonhavam” (Gênesis 2:25). 

De Gênesis 3 em diante o espaço e as criaturas estão poluídos. “Ele respondeu: Ouvi a tua voz no jardim, e, porque estava nu, tive medo, e me escondi” (Gênesis 3:10). 

Em Gênesis 1 e 2 o ser humano e os animais são abençoados. “E Deus os abençoou e lhes disse: Sede fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a” (Gênesis 1:28).  

Em Gênesis 3 Terra e os animais são amaldiçoados. “Maldita é a terra por tua causa; em fadigas obterás dela o sustento durante os dias de tua vida” (Gênesis 3:17).  

Observe bem que a instalação do caos é uma consequência das escolhas do ser humano.   

Solução e atuação divina  

Deus seja louvado porque o capítulo 3 de Gênesis não apresenta apenas o caos. Ele também apresenta a esperança da solução divina. Observe que no caos criado pelas criaturas, Deus não age como um tirano. Ele dá alguns passos para a resolução do conflito:  

 – Antes de apresentar as diversas consequências do mal, dialoga, investiga a situação e faz perguntas. Não que Deus não conhecesse os fatos. Ele os conhecia mesmo antes de acontecerem, mas como um pai que se aproxima de um filho que errou, faz quatro perguntas para levá-los à reflexão:  

“Onde estás?” (Gênesis 3:9);

“Quem te fez saber que estavas nu? Comeste da árvore de que te ordenei que não comesses?” (Gênesis 3:11); 

“Que é isso que fizeste?” (Gênesis 3:13). 

 – Deus apresenta as diversas consequências. Muitas vezes pensamos que os piores resultados do pecado são doenças, tragédias e mortes, mas o capítulo 3 de Gênesis deixa claro que a pior consequência é a quebra dos relacionamentos. Observe:   

Quebra do relacionamento entre o ser humano Deus 

“Tive medo, e me escondi” (Gênesis 3:10).  

Quebra do relacionamento entre os seres humanos 

“O teu desejo será para o teu marido, e ele te governará” (Gênesis 3:16).  

Quebra do relacionamento entre o ser humano e outras criaturas 

“Maldita é a terra por tua causa” (Gênesis 3:17). 

Quebra do relacionamento direto entre Deus e o ser humano 

“O Senhor Deus, por isso, o lançou fora do jardim do Éden” (Gênesis 3:23). 

Doenças, tragédias e morte são consequências da grande tragédia do ser humano, que é a quebra do relacionamento com o seu Criador. Por isso, a proposta da Bíblia é: reestabeleça o relacionamento com o Criador e Deus reestabelecerá a ordem em sua vida. “Buscai, pois, em primeiro lugar, o seu reino e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas” (Mateus 6:33).  

Ordem restaurada 

Apesar de todo o caos criado pelo ser humano, o capítulo 3 de Gênesis diz que Deus não apenas atenua as consequências da desobediência humana, mas assume a consequência mais dolorosa da desobediência, que é a morte. Quando o cordeiro morreu e Deus providenciou roupas para cobrir a vergonha do pecado (verso 21), e quando apresentou a profecia de que um dia um descendente da mulher destruiria o mal (verso 15), Ele estava trazendo esperança em face da tragédia.   

No entanto, o mais espetacular, para mim, é que ao expulsar o homem do Jardim do Éden (Gênesis 3:23), Deus toma a decisão de acompanhar o homem e permitir que ele ainda tenha acesso à presença e companhia de Deus nestTerra de dor e sofrimento.  

Por isso foi possível a Enoque, a Noé e tantos outros andarem com Deus. Deus continua acessível mesmo fora do Jardim. Você e eu não estamos perdidos e solitários em meio ao caos. Estamos apenas esperando o completo resgate e restauração da humanidadeEntão, não se desespere: o caos será novamente transformado em ordem. 

WordPress Image Lightbox