Notícias Adventistas

Adolfo Suárez

Adolfo Suárez

Muito além do ensino

Reflexões sobre aspectos da vida diária a partir da Teologia, Educação e Ciências da Religião

A visão de Jesus e dos apóstolos acerca da Bíblia

Cristo tinha uma íntima relação com as Escrituras (Foto: Shutterstock)

No terceiro estudo da lição da Escola Sabatina deste trimestre, vamos conhecer a visão de Jesus e dos apóstolos acerca da Bíblia e de sua interpretação.

Enquanto leitores do texto bíblico, nós sempre empregamos métodos de interpretação que nos permitem compreender com precisão; e até pode ser que muitas vezes não tenhamos consciência de que estamos usando métodos.

Leia também:

Nas últimas décadas, o mais destacado deles é o método crítico-histórico. Os eruditos que o usam operam com base em pressuposições que, sem estudar primeiramente o texto bíblico, rejeitam os relatos confiáveis dos milagres e outros eventos sobrenaturais narrados na Bíblia.  Mesmo um uso modificado desse método, que retenha o princípio crítico, subordinando a Bíblia à razão humana, é inaceitável para quem aceita a Bíblia como a Palavra de Deus.

O método crítico-histórico minimiza a necessidade de fé em Deus e a obediência aos Seus mandamentos.  Além disso, uma vez que tais métodos obliteram o elemento divino da Bíblia como um livro inspirado e depreciam ou discordam da profecia apocalíptica e das porções escatológicas das Escrituras, peço a você, que ama a Bíblia: evite o uso de pressuposições e resultantes deduções associadas com o método crítico-histórico.

Olhar de Cristo sobre as Escrituras

Diante de tudo isso, em lugar de dar espaço para o método crítico-histórico de interpretação da Bíblia, devemos olhar para o modo como Jesus Cristo lia a Bíblia. Temos muito a aprender com Ele como intérprete da Bíblia.

Por isso, acompanhe o estudo da lição da Escola Sabatina no vídeo abaixo. Assista e compartilhe o link; dessa forma, muitas pessoas poderão se beneficiar do estudo da Sagrada Escritura.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox