Notícias Adventistas

Voluntários arrecadam 153 toneladas de alimentos para o Mutirão de Natal

No Acre e Roraima, adventistas buscam manter o projeto em funcionamento durante todo o ano.

26 de dezembro de 2013
Voluntarios-arrecadam-153-toneladas-de-alimentos-para-Mutirao-de-Natal

Voluntários exibem alimentos arrecadados. Neste ano, eles conseguiram 153 toneladas

Porto Velho, RO… [ASN] No norte de Rondônia e no Estado do Acre, o projeto Mutirão de Natal tem crescido ano após ano. Os membros das igrejas estão cada vez mais envolvidos com ele. Neste ano foram arrecadadas 153 toneladas de alimentos e distribuídas às famílias carentes para fazer o Natal delas um pouco diferente. Esta foi a maior arrecadação de alimentos já registrada na região.

Entre os templos que se destacaram está a igreja adventista Central de Porto Velho, que contou com o envolvimento dos membros em várias ações, como arrecadação entre classes da Escola Sabatina, arrecadação voluntária de porta em porta, e doação de empresários. Essas atividades resultaram na arrecadação de 13 toneladas de alimentos.

A distribuição dos alimentos não aconteceu exatamente no dia 25 de dezembro. A entrega começou antes pela comunidade de São Carlos, localizada às margens do Rio Madeira. Várias famílias foram beneficiadas, e ao receberem as doações demonstravam a gratidão por alguém ter lembrado delas. A cada entrega de alimentos, as pessoas ouviam sobre o verdadeiro sentido do Natal e a única esperança, centrada em Jesus.

Educação Adventista

Voluntarios-arrecadam-153-toneladas-de-alimentos-para-Mutirao-de-Natal2

Pessoas carentes receberam cestas de alimentos para celebrar o Natal

Várias iniciativas foram realizadas pelas escolas adventistas. Entre elas está a parceria do Colégio Adventista de Porto Velho com uma escola de idiomas da capital de Rondônia, que promoveu uma gincana entre seus alunos com o objetivo de arrecadar alimentos para o Mutirão de Natal. E no Colégio Adventista de Rio Branco, os alunos arrecadaram mais de quatro toneladas de alimentos, onde a maioria dessa arrecadação foi direcionada para atender ao grupo de imigrantes haitianos que chegam ao Brasil e muitas vezes não tem condições de se alimentar.

As igrejas têm procurado, por meio através da Ação Solidária Adventista (ASA), manter o projeto do Mutirão de Natal em funcionamento durante todo o ano, contando com a colaboração e doação não apenas de alimentos, mas de roupas, e outros utensílios. [Equipe ASN, Leonardo Leite]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox