Notícias Adventistas

Projeto pede mais diálogo para prevenção do suicídio

Que o suicídio é um assunto preocupante, disso praticamente ninguém discorda. Mas o tema tem se tornado mais grave ainda quando se pensa nos jovens. Segundo a Organização Mundial de Saúde – OMS, 800 mil pessoas cometeram suicídio em 2015. O cálculo mostra que, a cada 40 segundos, um caso ocorre em alguma parte do planeta. A maioria deles envolve jovens entre 15 e 29 anos, sendo a segunda maior causa de mortes nesta faixa etária. A OMS ressalta, ainda, que 80% desses indivíduos enviam sinais em busca de ajuda.

E é justamente para oferecer ajuda que surgiu o projeto Quebrando o Silêncio, iniciativa da Igreja Adventista em favor da vida. O suicídio foi eleito tema do ano, sobre o qual foram produzidos materiais e planejadas ações ostensivas de conscientização para prevenção em vários países. A revista do projeto, que é distribuída gratuitamente e disponibilizada de forma digital, apresenta, por exemplo, uma entrevista com a psicóloga Simone Bohry. A profissional afirmou que 90% dos suicídios podem ser evitados.

Conversa franca

A coordenadora sul-americana do projeto Quebrando o Silêncio, Marli Peyerl, afirma que é fundamental uma conversa franca nas famílias, na sociedade em geral, para que o problema possa ser enfrentado adequadamente. “É por isso que estamos investindo em revistas, vídeos e outros materiais, além de sugerirmos a realização de fóruns ou debates para que o tema seja discutido com a seriedade que merece”, comenta a líder.

A maior parte das atividades do projeto Quebrando o Silêncio é realizada no último sábado de agosto (próximo dia 25), embora haja outras pontuais ao longo do ano. Interessados em participar de alguma das ações ou em conhecer os materiais promocionais da campanha, pode acessar o site www.quebrandoosilencio.org.

Assessoria de imprensa nacional do Quebrando o Silêncio

Vanessa Arba – (61) 98151-3122 – vanessa.arba@adventistas.org.br


Comentários

WordPress Image Lightbox