Notícias Adventistas

Projeto Mundial de Oração muda rotina de moradores em Curitiba

Fieis foram desafiados a chegar à igreja às seis horas da manhã para oração e leitura da da Bíblia.

25 de fevereiro de 2014
Para a jovem Juliana Viana, participar do projeto fez a diferença em muitos aspectos da vida dela.

Para a jovem Juliana Viana, participar do projeto fez a diferença em muitos aspectos da vida dela.rojeto

Curitiba, PR … [ASN] Poucos minutos restavam para o ponteiro do relógio bater seis horas e os primeiros membros já se acomodavam nos bancos da Igreja Adventista do bairro Vista Alegre, em Curitiba, para participar do penúltimo dia do projeto de oração mundial. Eles que aceitaram o desafio de levantar mais cedo durante a semana e estarem na igreja a fim de estudar a Bíblia e orar por um reavivamento espiritual confirmam que este projeto já faz diferença no cotidiano. “Nós não conseguimos alcançar um objetivo se não nos esforçarmos, e o propósito do #10diasdeoração era ter uma comunhão mais pessoal com Deus e buscar o Espírito Santo. Confesso que nos dois primeiros dias deu preguiça de levantar da cama mais cedo, mas depois me acostumei e hoje já acordo sem problemas. Agora minha rotina é primeiro venho à igreja e depois ao trabalho. É muito bom começarmos nosso dia em um local calmo e alimentados espiritualmente”, declara o contador Reginaldo Caetano.

Assim como em outras igrejas adventistas, na congregação do bairro Vista Alegre a programação que tem duração de uma hora conta com louvores, confraternização, estudo da Bíblia, testemunhos, oração em grupos e o debate do estudo dirigido da revista “10 dias no Cenáculo”, produzida especificamente para este projeto. Nesta sexta-feira, 21 de fevereiro, penúltimo dia do projeto, os fieis tiveram como objetivo principal de estudo e oração a “Alegria e gratidão”. “Cada dia nós tínhamos um objetivo específico para orarmos e a congregação respondeu muito bem a esse chamado. A cada manhã cerca de 40 pessoas estavam aqui para o culto, o que só nos alegra, pois todo esse avivamento vai gerar trabalho missionário. Esse é nosso segundo ano que participamos do projeto de oração, mas queremos por conta própria criar outros desse durante o ano a fim de unir mais a igreja”, ressalta um dos líderes da congregação, o professor de educação física Osni de Paula. Entre os temas estudados durante a semana, estavam pela intercessão fervorosa, por uma fé mais profunda, pelo arrependimento sincero, pela confissão genuína, por uma unidade em amor, pelo exame de consciência, por humildade e sacrifício, pela entrega obediente, por alegria e gratidão e pelo testemunho fervoroso.

O encerramento do projeto foi no sábado, 22 de fevereiro, com o culto diferenciado, onde cada membro foi desafiado a ficar por 10 horas em jejum, como sinônimo de sacrifício a Deus, e também estudar o documento “Ruma ao Lar”, que traz orientações sobre Comunhão Relacionamento e Missão. “Essa semana foi um avanço para a minha vida espiritual e também relacional com o pessoal aqui da igreja, foi gradual a necessidade de vir à igreja para ter esse momento. O legal é saber que estou inserida em um projeto que acontece no mundo todo e com o mesmo objetivo que é o de buscar mais a Deus. Sugiro inclusive que haja mais programas como esse e com públicos diferenciados, exemplo: uma semana só com os filhos, outro só com solteiros, outro só com os pais”, sugere a estudante Juliana Viana. Após os cultos, os membros adventistas se organizaram e prepararam um café-da-manhã. [Equipe ASN, Mairon Hothon]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox