Notícias Adventistas

Projeto de Mordomia Cristã envolve milhares de pessoas no oeste do Paraná

Adventistas realizam Festa das Primícias para agradecer a Deus pelo êxito nas colheitas.

7 de maio de 2014
Projeto-de-Mordomia-Crista-envolve-milhares-de-pessoas-no-oeste-do-Parana

Em sua 11ª edição, objetivo da festa é agradecer a Deus pelos resultados colhidos durante o ano

Mamborê, PR… [ASN] “A gente sempre pensou em fazer algo para agradecer a Deus”, conta o agricultor Jair Zonemberg. Há 11 anos, a família Zonemberg participa da Festa das Primícias. E no dia 3 de maio, com milhares de pessoas, eles estiveram na XI edição do evento na cidade de Mamborê, no interior do Paraná.

A história da comemoração começou com um pequeno grupo de membros que desejava agradecer a Deus em atos de fidelidade. No ano de 2004, em uma sala separada da igreja adventista de Maborê Sítio, o evento começou com 90 pessoas, número correspondente aos fiéis que frequentavam os cultos na no local.

Leia também:

No início, o orador era o próprio idealizador humano do evento, Ilson Gomes. Humano, pois segundo ele, a ideia veio do coração de Deus. Atualmente, Gomes é quem cuida para que tudo saia conforme o roteiro. Já o microfone do orador passou por várias mãos em 11 edições, até chegar às do pastor Miguel Pinheiro, diretor de Mordomia Cristã para oito países sul-americanos.

De onze anos para cá, muita coisa mudou. A infraestrutura foi uma das mudanças mais aparentes. A sala pequena se tornou desnecessária, pois uma tenda foi montada para abrigar mais de 3.200 pessoas no pátio do templo.

Gratidão

Projeto-de-Mordomia-Crista-envolve-milhares-de-pessoas-no-oeste-do-Parana2

Iniciado com 90 pessoas, hoje milhares se reúnem para celebrar as bênçãos e trazer suas ofertas

Na festa há batismos, mensagens musicais e espirituais, história para as crianças e um momento especial que simboliza o real objetivo do evento, a gratidão ao Criador e mantenedor dos Céus e da Terra. Todas as famílias da igreja de Mamborê, que têm 60 membros, dirigem seus passos ao altar no palco central. Elas se aproximam em reverência, depositam cestas de grãos, legumes e frutas destinadas posteriormente a instituições beneficentes.

“É um motivo de gratidão pelo ano que passou, pela colheita. Um momento de encontro entre os irmãos. Um momento de mais unidade entre a igreja. Um momento de adoração e louvor a Deus. Significa gratidão, adoração, louvor e reconhecimento”, relata Gomes.

De acordo com o patriarca da família Zonemberg, o agricultor é dependente da chuva e do sol para ter sucesso na plantação, condições climáticas que estão sob o domínio de Deus. Para Pinheiro, a festa é um momento de celebração por tudo que Deus tem feito durante o ano e oportunidade de reforçar a tradição. “O que esperamos é que isso continue, que vá aumentando cada vez mais e que as pessoas possam ver as bênçãos de Deus na agricultura, nos negócios e na vida com um todo”, pontua.

Fidelidade

Projeto-de-Mordomia-Crista-envolve-milhares-de-pessoas-no-oeste-do-Parana3

Programa também conta com batismos

O ato de fidelidade é oferecer a Deus os primeiros rendimentos da terra. De acordo com o diretor de Mordomia Cristã da sede administrativa da Igreja Adventista no Oeste do Paraná (Missão Oeste Paranaense), Isaac Almeida, o evento tem base bíblica. “A Festa das Primícias fazia parte do calendário de festas anuais do povo israelita. A Páscoa era seguida pelos sete dias da festa dos pães asmos. O primeiro e sétimo dia eram dias de santa convocação, nos quais nenhum trabalho servil devia ser feito. No segundo dia da festa, as primícias da ceifa do ano eram apresentadas perante Deus”, relata.

Ainda de acordo com Almeida, um molho de cevada era apresentado diante do altar de Deus, como forma de reconhecimento que todas as coisas eram dEle. Zonemberg destaca que o desejo de ser grato e fiel a Deus ensinada pelos pais deve ser repassada para as próximas gerações, pois o tempo pode ter passado, mas Deus continua sendo o mesmo. “Mais de 10 anos se passaram e Ele continua derramando sobre nós as suas bênçãos”, conclui. [Equipe ASN, Michelle Martins]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox