Notícias Adventistas

Projeto Beija-Flor oferece apoio a adolescentes com dependência química

Em parceria com a ADRA Brasil, regional Pará, programa passa a oferecer cursos profissionalizantes em Santarém.

29 de abril de 2014
Projeto-Beija-Flor-oferece-apoio-a-adolescentes-com-dependencia-quimica

Com a parceria, projeto oferecerá oficinas profissionalizantes como corte e costura, artesanato, manicure, pedicure e confecção de chocolates (Fotos: Nonato Alves)

Santarém, PA… [ASN] Na noite deste sábado, 26 de abril, o Projeto Beija-Flor passou a fazer parte da diversidade de projetos sociais coordenados pela Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais no País (ADRA Brasil). A iniciativa tem o objetivo de dar oportunidades profissionais a adolescentes com dependência química que vivem em Santarém, no Pará, através de oficinas.

A cerimônia, realizada no espaço em que acontecem as atividades do projeto, contou com a presença de Jones Ross, gerente regional da ADRA no Estado. Segundo ele, esse é o segundo programa abraçado pela agência adventista que envolve auxílio a dependentes químicos.

Leia também:

De acordo com a assistente social Ivonete Lopes, são poucas as opções de ajuda a dependentes na cidade de Santarém. “Na maioria dos casos, temos que os encaminhar para outros municípios ou até mesmo para outros Estados. São pessoas que não têm para onde ir. Esse projeto vem muito bem a calhar e tem tudo para dar certo. Tenho certeza que esse usuário ficará gratificado pelas pessoas que o atenderão”, prevê Ivonete.

Novas oportunidades

Com o slogan “A alegria de viver sem drogas. Uma opção saudável”, o programa existe há dois anos sob a coordenação de Aldecira Cruz, também fundadora do projeto. Aldecira foi usuária de cocaína e outras drogas por 17 anos. Cerca de seis anos após abandonar o uso dessas substâncias, a coordenadora diz ter recebido uma ordem de Deus para que escrevesse um livro contando sua experiência.

Projeto-Beija-Flor-oferece-apoio-a-adolescentes-com-dependencia-quimica2

Em 2011, Aldecira começou a escrever o livro sobre a experiência com as drogas.

Quando Deus realiza milagres é o nome da obra que foi o pontapé inicial do programa aberto um ano depois. “Essa parceria com a ADRA nos ajudará a fazer um mundo diferente, pois a droga é o mais grave problema da sociedade. Precisamos criar coragem para tirar uma menina desse mundo”, acredita Aldecira.

A iniciativa era conhecida, na comunidade, por oferecer dias de beleza a mulheres carentes. Com a legalidade, fruto da parceria com a agência adventista, o Projeto Beija-Flor passará a oferecer oficinas profissionalizantes como corte e costura, artesanato, manicure, pedicure e confecção de chocolates para as adolescentes maiores de 14 anos.

O crack no Brasil

A última pesquisa relacionada ao tema realizada no País aponta 370 mil usuários de crack, somente nas capitais, sendo 50 mil menores de idade. O trabalho é resultado de uma parceria do Ministério da Justiça com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgada em setembro do ano passado. [Equipe ASN, Pâmela Meireles]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox