Notícias Adventistas

Programa de oração e jejum traz reavivamento na região Sudoeste de SP

Templos da região ofereciam programação pela manhã e noite

25 de fevereiro de 2014
 120 pessoas participaram dos cultos de oração na Igreja das Manqueiras, às 6hs

120 pessoas participaram dos cultos de oração na Igreja das Manqueiras, às 6hs

Sorocaba, SP… [ASN] No último sábado, 22, foi encerrado o programa sul-americano de 10 Dias de Oração e 10 horas de Jejum. Centenas de congregações adventistas na região sudoeste de São Paulo também aderiram ao movimento. A proposta foi estimular os membros a dedicarem mais tempo à comunhão com Deus na primeira hora de cada dia.

Muitas igrejas abriram as suas portas no primeiro horário da manhã. A Igreja das Mangueiras, na cidade de Tatuí, realizava o seu culto de oração às 6h. Higor Soares Diniz, 13 anos, acordava às 5h e andava mais 20 minutos até chegar na igreja. “Eu estava me distanciando de Deus e foi ótimo participar do projeto. Hoje eu estou mais confiante e leio a Bíblia todos os dias. Quando acordo eu faço a minha oração e louvo ao Senhor”, declara.

Ida Maria Putti Zillig relata que era uma mulher de muita oração mas, ao perder o seu marido ela se anulou. Sem ver sentido na vida, Maria perdeu a vontade de orar. Ao participar das manhãs de oração e do estudo da palavra de Deus, a paz e a esperança mudaram a sua história.

“Foi tremendo estar aqui na igreja bem cedo. Aprendi muito com a voz do Espírito Santo, que moveu muito o meu coração de coisas que precisam ser mudadas na minha vida. Deus reavivou aquilo que estava morto dentro de mim”, desabafa Putti.

Grupo de Fiéis  da Igreja Vila Rio Branco

Grupo de Fiéis da Igreja Vila Rio Branco

Noites de oração

Na cidade de Itapetininga, a igreja Vila Rio Branco realizou o projeto de oração às 19h. Odair Santos, 1º ancião local, disse que através dos momentos de oração as pessoas eram libertas das suas angústias e problemas emocionais. “Vimos o testemunho de muitas pessoas que buscaram o arrependimento e que foram transformadas nas reuniões de oração”, diz.

Para o pastor Fabrício Mello, do distrito das Mangueiras, projetos como esse são uma oportunidade de desafiar os membros a buscarem o crescimento espiritual. “A gente percebe que a igreja reage. A cada manhã, quando falamos com o Senhor, ficamos impressionados com as maravilhas que Ele faz.”

A divulgação do projeto mundial de oração na América do Sul ficou por conta do Ministério da Mulher. Segundo a líder deste ministério na região sudoeste de São Paulo, Elane Kefler Ferreira, o movimento foi uma motivação para as pessoas criarem o hábito de buscarem a Deus bem cedinho todos os dias.

Muitas igrejas irão continuar o projeto de oração em novos horários durante a semana e finais de semana. [Equipe ASN, Eber Pola]

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox