Notícias Adventistas

Premiação reconhece o trabalho de tesoureiros voluntários

Diretores de Mordomia Cristã e tesoureiros das igrejas locais receberam treinamento e reconhecimento.

11 de abril de 2014
Os tesoureiros que alcançaram a pontuação máxima ganharam uma tv 51" para sua igreja e um tablet para uso pessoal. (Foto: Artur Buitrago)

Os tesoureiros que alcançaram a pontuação máxima ganharam uma tv 51″ para sua igreja e um tablet para uso pessoal. (Foto: Artur Buitrago)

No último sábado, 5 de abril, aproximadamente 250 diretores de Mordomia Cristã e tesoureiros se reuniram em Itaboraí para o encontro anual de treinamento e motivação.
Essa é a oportunidade que os líderes têm para conhecer os projetos que irão realizar em suas igrejas e receber materiais de apoio. As palestras foram apresentadas pelos pastores Aroldo Andrade, Otoniel Fonseca, Elmir Santos e Volnei Porto. Os participantes ainda ouviram músicas interpretadas pela cantora Melissa Barcelos e Eliezer Silva.
A novidade para os diretores de Mordomia foi a eleição dos líderes regionais de Mordomia. A ARF é dividida em 7 regiões. Essas regiões, por sua vez, são divididas em 36 distritos. O objetivo é que os novos regionais promovam a escolha de um líder por distrito. Sua responsabilidade será incentivar com mais eficácia a realização de programas como: Provai e Vede, Seminários de Enriquecimento Espiritual, Projeto Reviver, Semana de Mordomia e Pacto de Amor.
Os tesoureiros – das 220 igrejas e grupos que formam a Associação Rio Fluminense (ARF) – são convidados a aderir ao desafio de, a cada ano, desempenharem um trabalho de maneira mais eficiente. Neste ano, 12 tesoureiros atingiram a pontuação máxima e receberam o título de Tesoureiro Nota 1001. Cada um recebeu um tablet para uso pessoal e uma TV de 51” para a igreja. Outros 14 levaram um kit com dois microfones sem fio para suas igrejas. Segundo o tesoureiro da ARF, Roseilton Santos, o principal objetivo do projeto não são os prêmios, mas sim motivar os tesoureiros a alcançar o padrão de qualidade da organização. “Ao participar do projeto, o tesoureiro é avaliado dentro de 13 parâmetros, de acordo com o que a igreja espera”, explica.
Para o líder de mordomia da ARF, pastor Otoniel Fonseca “ser um mordomo fiel é viver uma entrega diária de todo o nosso ser e deixar ser guiado através do poder do Espírito Santo. Agradecemos aos nossos dedicados diretores e tesoureiros pelo trabalho eficiente que tem realizado, seguros de que a recompensa final será somente na Eternidade”. [Equipe ASN, Tatiana Buitrago]

Veja mais fotos em: https://www.facebook.com/media/set/?set=a.649532291786473.1073741834.137350399671334&type=3

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox