Notícias Adventistas

Policiais civis contribuem com o Natal de crianças beneficiadas pela Adra

Policiais doaram 10 cestas básicas para orfanato mantido pela Adra no interior de Minas Gerais.

19 de dezembro de 2013
mineirão-orfanato

Crianças conhecem a estrutura e organização do estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

polícia civil-adra[Belo Horizonte, MG] Acostumados a lidar diariamente com situações de conflito e rigidez, representantes da Polícia Civil de Belo Horizonte trocaram a seriedade da farda por gestos de carinho e amor ao próximo. Após constatarem que sobraria dinheiro do bolão feito por eles para as festas natalinas da corporação, os policiais decidiram doar a verba excedente para uma entidade beneficente. Os agraciados com essa atitude foram os menores do orfanato L-Esperança, mantido pela Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA).

A doação resultou em dez cestas básicas trazidas pessoalmente pelos policiais até o escritório administrativo da Igreja Adventista na região central de Minas Gerais. Lá, o grupo se encontrou com as crianças do orfanato que estão em Belo Horizonte visitando os principais pontos turísticos da cidade.

“Não conhecíamos o projeto L-Esperança nem a ADRA e ficamos convencidos de que devemos nos envolver mais ações dessa natureza porque temos certeza de que as doações serão bem empregadas”, afirma Valmir Ramos, delegado assistente do comando geral da Polícia Civil de Belo Horizonte.

Tour cultural
O projeto L-Esperança fica em uma fazenda na cidade de Itapecerica, MG, mantido pela Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais (ADRA). Desde o início do dia de hoje a garotada está envolvida em uma atividade cultural que envolve visita aos principais pontos turísticos da cidade, como o Mineirão, o Conjunto Arquitetônico Oscar Niemeyer e a Lagoa da Pampulha. O passeio turístico faz parte das atividades educativas do orfanato que visa levar educação, cidadania e lazer para a meninada.
“Hoje aprendi e conheci muitas coisas diferentes e foi muito legal pro nosso aprendizado”, finaliza adolescente Letícia Pereira.  [Equipe ASN, Luzia Paula, com fotos de Sidney Franco Jr.].

mineirão-orfanato

Grupo da polícia civil visita as instalações da Associação Mineira Central e os menores que vivem no orfanato L-Esperança

mineirão-orfanato

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox