Notícias Adventistas

Pastor convoca novos evangelistas

A necessidade levantada tanto em Ponta Grossa quanto em Curitiba foi a mesma: fazer com que cada membro seja um evangelista. A ideia é que os membros comecem a trabalhar para que seus convidados venham a um templo adventista no dia 16 de abril para o programa Amigos da Esperança, e que posteriormente participem das atividades da Semana Santa.

26 de fevereiro de 2011

Pr. Luís Gonçalves, cada um fale da Bíblia para outra pessoa

A necessidade levantada tanto em Ponta Grossa quanto em Curitiba foi a mesma: fazer com que cada membro seja um evangelista. Em sua passagem pelas cidades paranaenses neste sábado, o pastor Luís Gonçalves, evangelista da Igreja Adventista para toda a América do Sul, enfatizou que é dever de cada cristão levar outras pessoas a conhecerem os ensinamentos bíblicos.

“Ninguém tem o direto de ouvir o evangelho duas vezes enquanto tem gente que ainda não ouviu nenhuma”, salienta. Em sua analogia, Gonçalves diz que o cristão precisa ser como uma fonte que jorra água em abundância e não como uma represa, que retém aquilo que possui para si própria.

Em suas reflexões, ele sugeriu um ato simples para atingir outras pessoas: sempre andar com um livro missionário ou um DVD com discussões bíblicas e entrega-los assim que houver oportunidade. E lembrou o episódio ocorrido há aproximadamente duas semanas quando o ex-presidente Lula recebeu um exemplar do livro Ainda Existe Esperança de um adventista durante um voo entre São Paulo e Brasília. O fato foi registrado pelos dois maiores jornais do país, Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo. “Temos que ser agentes multiplicadores. Devemos ter ações evangelísticas”, reforça.

A ideia é que os membros comecem a trabalhar para que seus convidados venham a um templo adventista no dia 16 de abril para o programa Amigos da Esperança, e que posteriormente participem das atividades da Semana Santa.

O plano da Igreja Adventista na região central do estado é distribuir 100 mil cópias do DVD O Grande Conflito, gravado pelo pastor Luís Gonçalves, até o mês de agosto, quando ele retornará ao Paraná para realizar uma série evangelística. “A nossa parte não é converter as pessoas, é falar de Deus para elas. O resto, deixa com Deus”, estimula. “Na era das redes sociais esse DVD é um folheto eletrônico. É tão barato que não compensa nem piratear”, brinca ao lembrar que cada cópia custa R$ 1.

Quem participou dos treinamentos deixou a igreja ciente daquilo que deve ser feito daqui para frente, seja iniciar suas ações como “evangelista” ou multiplicar aquilo que já faz. Maria de Luca dirige um pequeno grupo de estudos da Bíblia em sua casa, em Piraí do Sul, há dois anos. Só ali cinco pessoas tiveram contato com os ensinamentos bíblicos e manifestaram publicamente seu desejo de segui-los por meio do batismo.

Ela se considera uma evangelista e enfatiza que os resultados de sua iniciativa são gratificantes, e que sua contribuição começou com um simples ato, que foi o de abrir as portas de sua casa. “Tenho batalhado para que o maior número de pessoas conheçam o que eu também conheço”, frisa.

Já o torneiro mecânico Cláudio da Cunha distribuiu os DVDs com as palestras do pastor Luís Gonçalves em quase todo o bairro onde mora, na cidade de Araucária. “Só faltou uma rua porque eles acabaram”, confessa. Sua missão agora é terminar de visitar aqueles que ainda não receberam. “E depois de hoje quero fazer isso com mais dedicação. As pessoas precisam conhecer essa mensagem”, acredita. Muitos dos que visitavam a Igreja demonstraram interesse em estudar a Bíblia.

Na avaliação do pastor Célio Longo, evangelista para a região central do Paraná, a igreja está respondendo de forma positiva aos desafios e necessidades observados durante os treinamentos. E aposta. “É uma nova era na vida de nossos membros”, sorri.

Jefferson ParadelloAssociação Central Paranaense

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox