Notícias Adventistas

Novos Conversos Recebem Colostro Espiritual

31 de agosto de 2014

novos conversosImperatriz, MA … [ASN] Todo ser humano ao nascer precisa do leite materno que nos primeiros dias apresenta o Colostro, proteção essencial para o fortalecimento do organismo do recém-nascido. E na vida espiritual? Como nutrir os novos conversos? Na região sul do Maranhão o projeto “Remidos” reuniu neste domingo, 31 de agosto, mais de 200 novos adventistas para compartilhar a visão da Igreja e apresentar ações práticas para a vida diária com Deus.

De acordo com o pastor Leonino Santiago, presidente da Igreja Adventista para os estados do Pará, Amapá e Maranhão, o projeto nutri os novos adventistas. “Cada participante pôde conhecer mais sobre a estrutura da Igreja e receber o alimento que o novo converso precisa para ter uma vida mais próxima de Cristo e se envolver no Ciclo do Discipulado”, afirmou o pastor Santiago.

O jovem Wandryw Leite tinha dúvida na área do relacionamento com Jesus. “Em não sabia como manter e melhorar meu relacionamento com Jesus, aqui aprendi que na primeira hora do meu dia devo estar com meu criador”. Essas e outras dúvidas foram esclarecidas durante o encontro. Para o pastor Alexandre de Alexandria, secretário da Igreja Adventista na região sul do Maranhão, o “Remidos” contribui para que o recém-batizado tenha a prática do discipulado.

“Apresentamos ações práticas na área de comunhão através do I Seminário de Enriquecimento Espiritual, a primeira hora do dia na presença de Deus; falamos da importância do relacionamento em pequenos grupos e de como se envolver na missão, orando por cinco pessoas que ele deseja evangelizar, assim cada participante nasce como um novo discípulo no Ciclo do Discipulado”, declarou o secretário.

Todos receberam um kit com Bíblia, Revista Adventista, I Seminário de Enriquecimento Espiritual, Guia de Pequenos Grupos, Certificado de batismo e boton da Igreja.  Para o pastor Gilberto Ribeiro, presidente da Igreja Adventista para o sul do Maranhão, o projeto favorece a maturidade do novo membro. “Não basta só batizar é preciso consolidar a fé do novo membro e evitar a apostasia. O encontro mostrar como esse irmão vai exercitar sua fé com Deus, se relacionar com os irmãos e cumprir a missão. Não basta batizar, temos que discipular”, explicou. [Equipe ASN, Lene Salles]

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox