Notícias Adventistas

Teologia

Sul-americano nomeado diretor para centro mundial de amizade judaico-adventista

Reinaldo Siqueira atuava como professor e diretor regional do Seminário de Teologia no Centro Universitário Adventista de São Paulo (Unasp).


  • Compartilhar:

Pastor Siqueira tem uma larga experiência na área para a qual foi chamado. (Foto: UNASP)

A Comissão Administrativa da Associação Geral da Igreja Adventista do Sétimo Dia votou o brasileiro Reinaldo Wenceslau Siqueira como diretor do Centro Mundial de Amizade Judaico-Adventista, que opera ligado à Adventist Mission e supervisiona as relações da Igreja com os judeus.

“Aceito este chamado da Igreja com humildade, considerando-o uma honra e um privilégio concedido a mim e a minha família pelo Senhor por meio de Sua Igreja”, afirmou Siqueira, que também supervisiona as relações da Igreja Adventista em oito países da América do Sul com o povo judeu desde 2003. “Oro para que o Senhor nos guie no serviço para a glória de Seu nome e para o avanço da missão de nossa Igreja”, disse ele à Adventist Mission. “Siqueira, que fundou congregações judaico-adventistas nas cidades brasileiras de São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Campinas e Florianópolis está bem preparado para ser o novo diretor do centro”, disse Gary Krause, diretor da Adventist Mission.

Leia também:

“Ele tem uma rica compreensão da história e da cultura judaicas e participou de muitos diálogos com líderes judeus. Ele ajudará a construir pontes ainda melhores de entendimento com o povo judeu, a quem devemos profundamente como adventistas do sétimo dia”, comentou Krause.

O que é o Centro? 

O Centro Mundial de Amizade Judaico-Adventista é uma “organização multinacional dedicada a promover o respeito, o diálogo, a compreensão, a educação e a pesquisa entre Israel e a Igreja, especialmente entre os judeus e os adventistas”, de acordo com seu site, JewishAdventist.org.

“A proximidade e as semelhanças entre o adventismo e o judaísmo (estilo de vida, sábado, Messias, etc.) lhes dão a oportunidade única de gerar diálogo inter-religioso nos níveis mais altos, reunindo líderes judeus e adventistas e renomados acadêmicos”, diz o site. Richard Elofer se aposentou recentemente após servir como seu diretor por mais de duas décadas. Siqueira disse estar ansioso para seguir em frente no caminho que foi aberto por seu predecessor. “Primeiramente, eu gostaria de reconhecer o trabalho excepcional realizado pelo pastor Richard Elofer nos últimos 21 anos como diretor deste centro”, ressaltou ele. “Acho que minha primeira responsabilidade é continuar avançando nos trilhos que ele traçou, trazendo uma compreensão melhor e uma verdadeira amizade entre a Igreja Adventista do Sétimo Dia e o povo judeu”.

O brasileiro afirmou que os dois grupos têm muito em comum como “pessoas do Livro” e expressou esperança de que o diálogo pode derrubar quaisquer muros de preconceito e equívoco que têm impedido Deus de realizar Sua completa vontade para ambos os grupos.

Krause também prestou uma homenagem ao trabalho de Elofer. “Ele trouxe à Igreja um conhecimento melhor e mais rico dos judeus, e modelou em sua própria vida o significado do nome do centro”, pontuou ele.

Biografia 

Até então, Siqueira atuava como professor de Línguas do Antigo Testamento, Teologia e Exegese no Centro Universitário Adventista de São Paulo (UNASP), em Engenheiro Coelho, desde 2016. Também era o diretor regional do Seminário de Teologia da mesma instituição. Antes disso, de 2012 a 2015, foi reitor do Seminário Adventista Latino-Americano de Teologia (SALT) para oito países sul-americanos. Entre 1998 e 2002 foi o diretor das relações judaico-adventistas para a União Central Brasileira, sede da Igreja Adventista para o Estado de São Paulo. Ele também lecionou no Centro Universitário Adventista de Sagunto, Espanha, em 1985 e 1986.

Ele tem um pós-doutorado em línguas e literatura judaica; doutorado em Religião (estudos do Antigo Testamento) pela Universidade Andrews, em Berrien Springs, Estados Unidos; e um mestrado e uma graduação em Teologia pela Universidade Adventista da França, em Collonges-sous-Salève.

O teólogo é fluente em português (nativo), espanhol, inglês e francês, e hebraico em nível intermediário avançado. Tem um certificado em Hebraico Moderno pela Beyt Sefer la Poalim Mitchel em Jerusalém, Israel, e Ulpan pela Comunidade Judaica de Genebra, na Suíça.

O Centro Mundial de Amizade Judaico-Adventista é um dos seis centros de influência sob coordenação da Adventist Mission, que atua como um intermediário entre a Igreja Adventista e grupos específicos de pessoas. Os outros centros são: Centro de Religiões da Ásia Oriental, Centro de Religiões do Sul da Ásia, Centro de Estudos Seculares e Pós-modernos, Centro Global de Relações Adventista-Muçulmanas e Centro Urbano de Missão Global.


versão original desta notícia foi publicada pela Adventist Mission.