Notícias Adventistas

Teologia

Líder propõe profundo ensino teológico acessível a todos

Reitor do SALT propôs uma reflexão sobre principais desafios teológicos na realidade adventista e possíveis formas de aumentar capacitação de membros.


  • Compartilhar:

Suárez reforçou necessidade de uma maior capacitação teológica e muitos presentes ao Concílio lembraram de iniciativas que podem ser feitas neste sentido. (Foto: Gustavo Leighton)

O Concílio Quinquenal da Igreja Adventista do Sétimo Dia é oportunidade, também, para reflexões quanto ao futuro da organização. Muitos votos ou decisões são tomados levando em conta a possível concretização de cenários que se desenham no universo social e teológico. Por esta razão, o reitor do Seminário Adventista Latino-americano de Teologia (SALT), doutor Adolfo Suárez, desafiou, na manhã desta segunda-feira, dia 8, todos os presentes a pensar sobre os desafios teológicos que fazem parte da realidade mundial. E que, na ótica dele, se constituem em uma ameaça às crenças bíblicas historicamente defendidas pelos adventistas do sétimo dia.

O reitor ressaltou que o grande problema, por trás destes aspectos teológicos, está em uma tentativa de revisar o que é ensinado na Bíblia. “Isso é muito mais do que uma contrariedade, mas uma nova forma de interpretar a Bíblia”, destacou.

O diagnóstico 

Suárez enumerou pelo menos dez pontos que sintetizam desafios teológicos atuais para os adventistas. Estes tópicos foram originalmente apresentados, em reunião mundial da liderança adventista realizada no mês de outubro. São eles: a autoridade das Escrituras, identidade adventista, interpretação profética, criação/evolução, Jesus e a doutrina, questões morais que se desviam da Escritura, desânimo ao aguardar a volta de Jesus, o santuário e o juízo pré-advento, Ellen White e a inspiração divina e mudança no adventismo.

Na perspectiva de Suárez, esses desafios teológicos costumam ser mais difundidos e amplificados por diálogos e discussões nas redes sociais digitais. Para ele, tais conceitos atingem em cheio o conceito evidenciado por crenças bíblicas fundamentais. É o caso das Escrituras Sagradas, a divindade de Jesus, a criação, o propósito da igreja, o dom de profecia, conduta cristã, o papel de Cristo no santuário celestial, entre outras.

Como enfrentar? 

A reflexão esboçada por ele não se limitou a um diagnóstico sobre o que representam à fé adventista estes questionamentos teológicos propagados atualmente. Ao final de sua fala, o reitor do SALT frisou a importância do que ele classifica de uma capacitação doutrinária. “Queridos líderes, não basta termos consciência das críticas e dos desafios. Precisamos dar um passo adiante. Nós necessitamos apresentar à igreja um forte programa de educação teológica acessível a todos”, propôs.

Para Adolfo Suárez, “a mentira e a heresia somente prosperam no terreno da desinformação e da superficialidade doutrinária”, pontuou. Segundo sua avaliação, em pouco tempo é possível contar com um site, por exemplo, que ofereça aulas de Teologia de bom nível para qualquer membro ou amigo da Igreja Adventista.

Reações 

O doutor Reinaldo Siqueira, que foi diretor do SALT no Unasp, aproveitou o momento de comentários para falar de uma experiência bem positiva. Ele explicou que iniciativas como o Unasp Next procura levar até a comunidade aulas curtas, não acadêmicas, que possibilitam às pessoas estudar mais acerca da Bíblia Sagrada.

O pastor Udolcy Zukowski, diretor do Ministério de Desbravadores e Aventureiros da sede sul-americana, informou que a ideia é acrescentar 28 novas especialidades. A finalidade é inserir, dentro do programa semanal desenvolvido com crianças e adolescentes, este material que vai tratar das crenças bíblicas defendidas pelos adventistas.

Entenda mais sobre o assunto na conversa abaixo: