Notícias Adventistas

Maranatha celebra 50 anos de trabalho marcados pela alegria em servir

O ministério apoiador da Igreja Adventista relembra e agradece as bençãos alcançadas com a ajuda de voluntários ao redor do mundo

Por Marcos Paseggi, Adventist Review 8 de outubro de 2019

Mais de duas mil pessoas compareceram à convenção anual da Maranatha Voluntários Internacional, que aconteceu na Califórnia, Estados Unidos. (Foto: Divulgação)

Entre os dias 19 e 21 de setembro, duas mil pessoas, entre voluntários, apoiadores e amigos, se encontraram para celebrar o 50º aniversário da Maranatha Voluntários Internacional, em Sacramento, Califórnia, Estados Unidos. O momento foi de lembranças, agradecimentos e olhares para o futuro.

A Maranatha é um ministério de apoio da Igreja Adventista do Sétimo Dia, que coordena e patrocina projetos de construção de igrejas e escolas, e de perfuração de poços de água ao redor do mundo. Durante o evento, que também foi a convenção anual, a história da organização foi fortemente relembrada pelos líderes. “Uma coisa não mudou em cinco décadas”, disse o presidente da Maranatha, Don Noble. “Deus é fiel, e Ele tem sido fiel à Maranatha. Temos visto Suas mãos repetidas vezes.”

Números Impressionantes

Os resultados de iniciativas da Maranatha são visíveis. Líderes e voluntários relataram que, nas cinco décadas desde que John Freeman organizou a primeira viagem missionária para família e amigos com destino às Bahamas, a Maranatha tem realizado seu objetivo com distinção.

Desde 1969, a iniciativa recrutou mais de 85.000 voluntários como parte das 2.170 equipes missionárias em 88 países. Nesses projetos, foram erguidas 11.229 novas construções e mais de mil poços de água foram perfurados. No total, foram construídas 9.079 igrejas e 3.110 salas de aula, com uma área total de 1.219.235 m2. Contudo, os números não contam toda a história. Não se limitando apenas a construções, a Maranatha também transforma vidas e comunidades.

Testemunhos Comoventes

Na convenção anual em Sacramento, na Califórnia, os participantes experimentaram a poderosa transformação que a Maranatha promove desde os jovens até os idosos. Além dos seminários sobre liderança e outros tópicos, com momentos inspiradores de louvor e adoração, os voluntários compartilharam testemunhos comoventes sobre seu envolvimento com a Maranatha.  O trabalho desenvolvido foi reafirmado como uma maneira de encontrar significado, satisfação e renovação espiritual ao servir aos outros.

O que vem a seguir

Para os líderes do projeto, o que foi feito até aqui é apenas uma parte do todo. “Apesar das impressionantes realizações da Maranatha, ainda há muito a ser feito”, disse Kyle Fiess, vice-presidente de projetos da Maranatha. Fiess citou como exemplo o trabalho da Maranatha na Zâmbia, país onde milhares de adventistas não possuem local para realizar os cultos. “Em 2018, os líderes da igreja pediram ajuda à Maranatha no norte da Zâmbia, uma região onde há mais de três mil congregações sem um lugar para adorar”, Fiess afirma. Até o fim do ano, 80 igrejas serão construídas pelos voluntários. Costa do Marfim e Peru são alguns dos muitos países que também receberão o apoio da entidade nos próximos anos.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox