Notícias Adventistas

Jovens adventistas realizam atos pela paz no Espírito Santo

Grupos realizaram culto nas ruas e caminhada pela paz e convidaram moradores a orarem pela segurança nos municípios capixabas 

14 de fevereiro de 2017
Jovens cantam e oram em frente ao batalhão da Polícia Militar, em Colatina, no norte do Estado. Foto: grupo de jovens adventistas de Colatina

Jovens cantam e oram em frente ao batalhão da Polícia Militar, em Colatina, no norte do Estado. Foto: grupo de jovens adventistas de Colatina

Vitória, ES… [ASN] Jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia realizaram atos em favor da paz do Estado do Espírito Santo, no último final de semana. Na cidade de Serra, um grupo realizou uma passeata nas ruas do bairro Porto Canoa e com mensagens de esperança e conforto para a população. A juventude, também, convidou moradores e comerciantes da região a orarem pelos municípios capixabas, que têm enfrentado uma crise na segurança pública, desde o dia 4 de fevereiro.

“Já estávamos orando por essa situação, mas sábado fomos às ruas a fim de levar a palavra de Deus às pessoas, que ainda estavam muito apreensivas. Na rua, no comércio, onde passávamos perguntávamos aos moradores se podíamos orar com eles. Muitos participaram e ficaram imensamente agradecidos. Sentimo-nos motivamos e fortalecidos em Deus”, destaca Matheus Fávero, membro da igreja local.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Culto em frente ao Batalhão da Polícia Militar

Em Colatina, um grupo de jovens adventistas se reuniu em frente ao Batalhão da Polícia Militar para cantar e orar com as pessoas que estavam no local. “Na Bíblia, no segundo livro de Crônicas diz que se nos humilharmos, buscarmos e clamarmos ao Senhor, Ele nos ouvirá e nos dará a cura. Precisamos ter nossa terra curada. Por isso, nos unimos e clamamos juntos em oração”, explica Alex Cristiano Will, pastor da Igreja Adventista do Sétimo Dia, na região de Colatina. O líder espiritual acrescenta que a iniciativa também é importante por envolver os jovens na pregação do evangelho. “Eles gostam de trabalhar dentro e fora da igreja. Esta é uma forma de desperta-los e envolve-los nesta missão”, ressalta o pastor.

Culto nos lares

Devido à onda de violência que os capixabas enfrentaram nos últimos dias, algumas igrejas adventistas ficaram fechadas no sábado (11). Os cultos foram realizados em lares de membros e visitantes da igreja. Na Grande Vitória, foram transmitidos sermões online. No município de São Mateus, norte do Estado, mais de 20 famílias se reuniram em pequenos grupos para estudar a Bíblia e interceder pela paz e tranquilidade dos municípios capixabas. “De todas as situações podemos tirar aprendizados. Nesse momento de crise, vimos a importância de estar em comunhão com Deus e com os irmãos”, destaca o pastor Aécio Goecking, da região de São Mateus.

Segundo o presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia para as regiões central e norte do Espírito Santo, pastor Hiram Kalbermatter, participar de pequenos grupos fortalece o relacionamento cristão. “Isso que passamos é um vislumbre dos últimos dias. Assim como a igreja primitiva se reunia em lares de irmãos por causa das perseguições, chegará um tempo em que a igreja se dividirá em pequenos grupos. Temos de nos preparar para isso”, afirma o pastor. [Equipe ASN, Rayssa Santos]

Salvar

Salvar

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox