Notícias Adventistas

Mulheres são desafiadas a adotarem estilo de vida saudável

Jornada de 40 dias para adquirir hábitos saudáveis e emagrecer começa neste domingo.

Por Vanessa Moraes 14 de novembro de 2019

Mulheres foram incentivadas a buscar melhor qualidade de vida (Foto: Elvis Natali)

O Brasil está mais obeso. É o que aponta a última Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel 2018), divulgada pelo Ministério da Saúde em julho deste ano. De acordo com o levantamento, a taxa brasileira de obesidade pulou de 11,8% para 19,8% entre 2006 e 2018. Outro dado importante que o estudo revelou é que o nível de obesidade é maior entre as mulheres: 20,7% contra 18,7% dos homens.

A obesidade é fator de risco para muitas doenças, como hipertensão, doenças cardiovasculares (segunda maior causa de morte no Brasil, com média de 70 mil óbitos por ano), diabetes, entre outras enfermidades.

Apesar de o mercado de alimentação saudável ter crescido 98% no país de 2009 a 2014, segundo um estudo da agência de pesquisa Euromonitor, e 22% da população optar por comprar alimentos naturais e sem conservantes, o Brasil conta hoje com 27 milhões de pessoas consideradas obesas, que, se somadas ao total de habitantes acima do peso, chega a quase 75 milhões, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Nutricionista Kelly Cristina Aguiar alertou sobre o perigo de dietas rápidas e deu dicas para o emagrecimento eficaz (foto: Elvis Natali)

40 dias de mudanças

Diante deste cenário, o Ministério da Mulher da Associação Paulista Leste investiu na Jornada dos 40 dias para adquirir hábitos saudáveis e emagrecer. A iniciativa faz parte do projeto Viva + Mulher, idealizado pela líder de mulheres da Paulista Leste, Marziane Guimarães. “Queremos ajudar as mulheres a praticarem hábitos saudáveis a fim de adquirir melhor qualidade de vida”, afirma.

Leia também:

A jornada foi lançada no último domingo, 10, em uma programação que reuniu quase 100 mulheres na Igreja Adventista de Vila Matilde, no leste paulista (a programação foi transmitida ao vivo. Para assisti-la, clique aqui). Com a participação de uma nutricionista e um profissional de educação física, o evento trouxe informações e conscientização às participante sobre a importância da mudança de hábitos para obter melhor saúde. “Queremos trabalhar a qualidade de vida, o emagrecimento, a saúde física, mental e espiritual das mulheres”, comenta Marziane.

O objetivo da jornada não é motivar as mulheres para emagrecer em 40 dias, até porque o emagrecimento saudável não ocorre num curto espaço de tempo, trata-se de um processo. Os 40 dias servem para adquirir novos hábitos, isto é, trata-se de um período de adaptação para construir um novo estilo de vida. “O emagrecimento será a consequência dessas mudanças”, aponta a líder.

A auxiliar administrativa Renata Oliveira participou do lançamento da jornada e aprovou a iniciativa. “Meu interesse é adquirir e manter hábitos saudáveis, além de fortalecer minha vida espiritual. A abordagem dos palestrantes e os mitos que eles desconstruíram foram importantes para mim. Já comecei a seguir as orientações e pretendo ajudar outras mulheres a alcançarem seus objetivos também”, compartilha.

Sorteio de pares de tênis de corrida motivou participantes (Foto: Elvis Natali)

Início no próximo domingo

O lançamento da jornada ocorreu no dia 10, mas o início dela está programado para o próximo domingo, 17. Esse intervalo de uma semana serve para que as mulheres se preparem física e emocionalmente para uma verdadeira transformação de vida.

A jornada é aberta para qualquer mulher que queira participar. As orientações serão divulgadas na internet. A partir de domingo, 17, serão postados vídeos semanais com dicas sobre exercícios físicos no canal Viva + Mulher no Youtube. O espaço também será usado periodicamente para lançar entrevistas com especialistas, receitas saudáveis, troca de experiências e outros assuntos relacionados ao projeto.

Para maiores informações, entre em contato com o Ministério da Mulher da Paulista Leste pelo telefone (11) 2129-2713.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox