Notícias Adventistas

Saúde

Ginástica gratuita beneficia comunidade na quadra da futura Escola Adventista de Santarém

Santarém, PA... Durante o dia, Joelcilene Saraiva trabalha como secretária na sede administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia no Oeste do Pará. Porém, ao final do expediente, quando as atividades se encerram para os colegas, a secretária ainda...


  • Share:

Eulene diz que é gratificante ver a felicidade de suas alunas com os resultados alcançados. [Foto: Pâmela Meireles]

Eulene [à dir.] diz que é gratificante ver a felicidade de suas alunas com os resultados alcançados. [Foto: Pâmela Meireles]

Santarém, PA... Durante o dia, Joelcilene Saraiva trabalha como secretária na sede administrativa da Igreja Adventista do Sétimo Dia no Oeste do Pará. Porém, ao final do expediente, quando as atividades se encerram para os colegas, a secretária ainda tem pique para trocar um uniforme por outro. Joelcilene, que antes usava um vestido, agora veste camiseta, calça, tênis e se dirige até o ginásio de esportes da futura Escola Adventista de Santarém juntamente com outras mulheres da comunidade.

Há três meses, Joelcilene e outras colegas de trabalho tiveram a ideia de se exercitar na quadra construída recentemente localizada atrás da sede administrativa. “Outras pessoas souberam e perguntavam ‘eu posso vir? Posso frequentar? Quanto é?’ ‘Ninguém vai cobrar nada. É tudo de graça’”, respondia Joelcilene. Dessa forma, o projeto Mexa-se Pela Vida foi crescendo e hoje conta com 40 mulheres inscritas. Nesta semana, a iniciativa também será implantada na igreja central de Santarém.

Durante as aulas são praticados exercícios que podem ser reproduzidos em casa e ajudam na realização das atividades cotidianas. “Nós fazemos uma hora de aeróbica e também um pouco de musculação. Não com aparelhos; com garrafas pets, vassouras. A gente utiliza o que a gente tem”, conta Eulene Leite, estudante do terceiro ano de Ed. Física, que ajuda a coordenar as aulas.

Joelcilene vê o projeto como uma forma de evangelizar. [Foto: Nonato Alves]

Joelcilene vê o projeto como uma forma de evangelizar. [Foto: Nonato Alves]

A personal trainer Karla Castro explica que essas atividades trazem diversos benefícios não somente estéticos, mas também para o funcionamento do corpo como um todo. “Você trabalha todo o sistema cardiovascular, diminuindo a glicemia, aumentando a força muscular tanto do coração quanto do corpo”, diz.

Eulene conta que a maioria das mulheres estão descobrindo agora essas vantagens, pois antes tinham uma vida sedentária. A aposentada Terezinha Silva diz que não se interessava mais por praticar atividades físicas após o falecimento de seu marido, porém começou a ter dores no joelho. “Eu não dormia. De madrugada eu tinha que levantar me segurando nas paredes porque doía demais. Depois que comecei a fazer a ginástica parou de doer. Eu durmo melhor, antes ia dormir 4h da madrugada com insônia”, conta.

A comerciante Sandra Maria Santos comemora a perda de uns quilinhos extras. “Antes não conseguia me agachar, para lavar o banheiro era uma luta porque doíam os joelhos. Acho que também perdi peso, pois haviam uns “culotesinhos” e agora não existem mais”, se alegra.

Além dos benefícios para a saúde, o Mexa-se Pela Vida também se tornou uma forma de conhecer novas pessoas e estreitar laços afetivos. Todos os dias, elas iniciam suas atividades com uma oração, já realizaram uma programação especial para o Dia das Mães e participaram da Feira de Saúde no Rio Tapajós Shopping. Joelcilene afirma que este também é um modo de evangelizar. “Mulheres que nunca vieram aqui, que nunca entraram na igreja, que nunca tiveram nenhum contato hoje vêm com a possibilidade de fazer ginástica. A gente começa pela amizade, já convida para os programas. Então, de certa forma também, acabe sendo um projeto evangelístico”, conclui. [Equipe ASN, Pâmela Meireles]