Notícias Adventistas

Em cartas, alunos de Vitória pedem familiares que parem de fumar

26 de agosto de 2014

Um estudo internacional, realizado este ano, mostrou que 80% dos brasileiros usuários de cigarro declararam que já tentaram parar de fumar. Entre os motivos, está a preocupação de dar exemplo aos filhos. É uma realidade que o fator “família” é relevante para combater o problema e, pensando nisso, o Colégio Adventista de Vitória (CAV) está realizando com os alunos uma atividade de conscientização através de cartas.

Cerca de 400 estudantes, com idade entre 8 e 15 anos, estão escrevendo cartas para familiares e amigos fumantes alertando sobre o problema e pedindo para que eles parem de fumar. O projeto já está acontecendo em sala de aula, como parte das aulas de redação e português. Nesta sexta-feira (29), Dia Nacional de Combate ao Fumo, após a correção textual dos professores, eles irão fechar os envelopes e entregar aos parentes.

Laís - Aluna do Colégio Adventista de Vitória

Laís, de 10 anos, vai escrever pedindo que a tia pare de fumar

Laís Poton Lugon, de 10 anos, é uma das alunas participantes. Ela conta que está escrevendo uma carta para sua tia, que fuma há muito tempo. “ Vou contar para ela o que pode acontecer com quem fuma, pois quero que ela me veja crescer”, diz.

Já Quezia Martins Vieira,10 anos, vai agradecer ao avô por ter decidido parar de fumar, além de fazer uma alerta. “Vou dizer que estou feliz por ele ter parado e pedir que nunca mais volte com o cigarro”, explica.

“ Sabemos que a escola deve não só transmitir informações aos alunos, mas também atingir os pais. Pois entendemos que os filhos, crianças e jovens, exercem uma influência fundamental para que os familiares fumantes deixem o vício”, explica o diretor do CAV, Marcelo Queiroz .

Durante a semana de atividades, os alunos também participaram de uma palestra com um profissional da área da saúde, com a temática do tabagismo.

Notícias Relacionadas


Comentários

WordPress Image Lightbox