Notícias Adventistas

5 dicas para cuidar da saúde do seu coração

Cuidados preventivos e medidas terapêuticas podem evitar doenças e óbitos por doenças cardiovasculares. Saiba como se prevenir

Por Mauren Fernandes 29 de setembro de 2021

O que você come pode ser benéfico ou não para o desempenho do seu coração. (Foto: Shutterstock)

As doenças cardiovasculares são a maior causa de mortes no Brasil. A Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC) estima que, até o fim deste ano, quase 400 mil brasileiros vão morrer por doenças do coração e da circulação. Até o fechamento deste conteúdo, o “Cardiômetro” da SBC, contador de mortes por doenças do coração em tempo real, já registrava 300.124 óbitos. Muitas dessas mortes poderiam ser evitadas ou postergadas se houvesse cuidados preventivos e medidas terapêuticas.

Leia também:

No Dia Mundial do Coração, a Agência Adventista Sul-Americana de Notícias (ASN) conversou com o cardiologista Marcos Gonçalves, que destacou maneiras de cuidar bem deste, que é um dos órgãos vitais que mais trabalha dentro do corpo humano. Além de atuar como cardiologista e intensivista, Gonçalves realiza palestras em templos adventistas, onde estimula a melhora do estilo de vida através dos 8 remédios naturais, que são difundidos pelos adventistas há mais de 100 anos. Confira as dicas:

Faça exercícios físicos. Uma das formas mais eficientes de cuidar da saúde do seu coração é separar um momento do dia para fazer exercícios físicos. Afinal, o coração é um músculo e precisa se exercitar também. Por semana, a Organização Mundial da Saúde recomenda fazer entre 150 a 300 minutos de atividade física moderada, ou 75 a 150 minutos de atividade intensa, quando não houver contraindicação. Divida esse tempo pelos dias da semana e você vai perceber que é possível, sim, incluir isso na sua rotina.

Se alimente corretamente. O que você come pode ser benéfico ou não para o desempenho do seu coração. Por isso, escolha alimentos pouco gordurosos e evite frituras. Os alimentos ricos em fibras são uma excelente opção para a saúde do coração. E na hora de preparar ou temperar os alimentos, não precisa exagerar no sal. Ele pode aumentar o líquido intravascular, sobrecarregando o coração e os rins, situação que pode levar à hipertensão.

Evite bebidas estimulantes e alcoólicas. Um estudo publicado no Journal of American Heart Association sugere que as bebidas energéticas com cafeína podem elevar a pressão arterial e até mesmo alterar temporariamente o sistema elétrico do seu coração. Associar bebidas alcoólicas e bebidas estimulantes é ainda mais perigoso, pois os sintomas podem ser potencializados. Cuidado!

Cuide das emoções. Pessoas estressadas podem experimentar um aumento em sua pressão arterial e frequência cardíaca. O estresse crônico expõe o corpo a níveis insalubres e persistentemente elevados de cortisol, o hormônio do estresse, e também pode mudar a forma como o sangue coagula. Todos esses fatores contribuem para um futuro ataque cardíaco ou derrame. Dedicar tempo para a comunhão com Deus é uma forma de reduzir as emoções negativas.

Mantenha acompanhamento médico. Escolha um cardiologista de sua confiança e faça uma visita ao menos uma vez por ano. Consultar com o especialista pode prevenir o surgimento de doenças no coração, identificando e tratando os fatores de risco. Se você sente dores no peito, cansaço excessivo, palpitações e falta de ar ao realizar atividades físicas, talvez seja a hora de procurar um cardiologista com urgência.


Você também pode receber esse e outros conteúdos diretamente no seu dispositivo. Assine nosso canal no Telegram ou cadastre seu número via WhatsApp.

Quer conhecer mais sobre a Bíblia ou estudá-la com alguém? Clique aqui e comece agora mesmo.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox