Notícias Adventistas

Hospital Adventista de Belém recebe certificado de Acreditação

Titulação reconhece práticas de qualidade da instituição.

IMG_2374

Poucas instituições hospitalares brasileiras possuem a certificação

Belém, PA… [ASN] O Hospital Adventista de Belém (HAB) é referência em saúde na região Norte do Brasil e atende mais de 80 mil pessoas por mês, somando os serviços de pronto-atendimento, consultas e exames laboratoriais e diagnósticos. A referência é fruto de uma história de credibilidade marcada pelos constantes investimentos na segurança do paciente e na qualidade dos seus serviços. Investimentos que foram coroados no dia 10 dezembro, quando a instituição recebeu o certificado do nível I da Organização Nacional de Acreditação (ONA).

O certificado é uma conquista significativa para uma instituição de saúde, como explica o doutor Marcello Niek, diretor do departamento de saúde da Igreja Adventista para oito países sul-americanos. “O certificado representa um reconhecimento oficial daquilo que a instituição já faz há muito tempo, que é prezar pela qualidade, pela humanidade no seu atendimento e, principalmente, pelo amor ao próximo”, enfatiza. É o que confirma a enfermeira e gerente de qualidade Milce Oliveira. “O certificado coroa as práticas de qualidade do hospital e representa as mudanças que já ocorreram. Temos implantado novas rotinas de qualidade para garantir a segurança do paciente e também do colaborador”, sintetiza.

Conquista

Somente 5% dos hospitais no Brasil possuem esse certificado. Portanto, foi necessário muito planejamento para essa conquista.  “Sem perder a espiritualidade, sem perder o foco na missão e naquilo que a Igreja deseja para nós, vimos o que estava sendo feito de melhor e trouxemos para o Hospital Adventista. Isso culminou com a nossa certificação”, comenta Jackson Freire, diretor administrativo do HAB.  O planejamento foi feito com base na gestão de riscos, aplicada a partir da avaliação dos indicadores de qualidade assistenciais, que deram base para a criação de ferramentas específicas, como a notificação de eventos e novos protocolos assistenciais. Outras ações também fizeram parte do planejamento de qualidade do HAB, como a identificação padrão do paciente no ambiente hospitalar, o contínuo incentivo da prática correta de higienização das mãos, a promoção da segurança na cirurgia, na prescrição e também em relação ao uso e administração dos medicamentos.

IMG_2336Essa história de crescimento da qualidade no HAB foi contada durante a solenidade de entrega do certificado. A programação foi marcada por homenagens às autoridades políticas e eclesiásticas, aos ex-diretores da instituição, fornecedores e parceiros e, em especial, aos 1300 funcionários que se dedicaram para que o planejamento virasse uma realidade. Para a liderança do HAB, o certificado também trouxe motivação para implementar outros procedimentos de qualidade. “Este é apenas um degrau. Essa escada é longa e nós vamos seguir caminhando rumo à excelência total”, afirma o doutor Markus Barcellos, diretor médico do HAB.

Depois desse primeiro momento, serão revistos todos os fluxos de segurança ao paciente nas mais diversas áreas assistenciais, começando pelo pronto-atendimento, passando pelas unidades de internação, centro cirúrgico, UTIs, até a alta do paciente. “Depois será feita a integração de todos esses processos assistenciais e será avaliado o perfil epidemiológico deles, identificando onde será possível potencializar as ações preventivas assistenciais”, esclarece i o gerente médico do HAB, doutor Edgar Sobrinho.

IMG_2400No final do evento, Leonino Santiago, presidente da Igreja Adventista para o Pará, Amapá e Maranhão, descerrou uma placa comemorativa que será fixada na instituição. “O Certificado é um símbolo e por trás dele tem muita história de dedicação, sacrifício e compromisso. Receber essa certidão é um reconhecimento para todos aqueles que fizeram o trabalho bem feito e buscaram fazer melhor. Portanto, é uma vitória para a missão da mensagem de saúde da Igreja Adventista, que tem neste hospital, a sua maior bandeira”, destaca. Para o avaliador do Instituto Qualisa de Gestão, a missão do Hospital, de seguir o exemplo de Jesus, o Médico dos médicos, fez a diferença. “O Hospital Adventista de Belém conseguiu conciliar a sua vocação cristã com a sua profissão e deu certo, foi a ponte que deu certo”, conclui. [Equipe ASN, Alinic Teles / Fotos: Aldo Vale]

 

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox