Notícias Adventistas

Estudante vendeu livros durante cinco anos para pagar a faculdade

Vania Silva percorreu aproximadamente 30 cidades de Minas Gerais vendendo livros para realizar o sonho de ser psicóloga

Por Mayra Marques

Vania concluiu o curso de Psicologia no final de 2017, na Faculdade Adventista da Bahia. (Foto: Arquivo Pessoal)

Antes mesmo de ingressar na Faculdade Adventista da Bahia (FADBA) para cursar Psicologia, Vania Silva, 34, diz que já havia estudado em uma escola que ela considera a melhor: a Colportagem. “A obra da colportagem me educou para a vida. Ela me ensinou a ser resiliente e perseverante”, classifica Vania. O colportor é aquele desenvolve seu ministério adquirindo e vendendo ao público as publicações editadas e aprovadas pela Igreja Adventista do Sétimo Dia, com o objetivo de transmitir a seus semelhantes mensagens de salvação e bem-estar físico e espiritual.

De Santana da Vargem, no sul de Minas, onde morava, Vania percorreu cerca de 30 cidades mineiras vendendo livros de porta em porta e, em algumas ocasiões, agendando palestras sobre bem-estar em empresas e liderando outras equipes de colportores. Durante oito anos, a colportora dedicou dez períodos de férias em prol dessa obra. Desses oito anos, trabalhou cinco deles especialmente para pagar os estudos.

“Quando descobri que havia passado no vestibular, veio em minha mente a preocupação de como iria pagar os custos da mensalidade, sendo que eu não tinha condições financeiras”, recorda Vania. “Mas lembrei-me de que a colportagem era o meio para eu realizar tal sonho e que Deus estaria comigo, pois minha segurança estava concentrada nEle”, acrescenta. A moça diz que se identificou com esse serviço. Entretanto, ela trabalhou muito para realizar seu sonho, não mediu esforços e, “acima de tudo”, diz Vania, “tinha a certeza da companhia divina e dos anjos, o que fez toda a diferença”.

Vania é homenageada por ter pago seus estudos através da colportagem

O resultado desse esforço foi alcançado: Vania conseguiu pagar todas as mensalidades do curso de Psicologia através da colportagem. “Hoje eu sinto uma felicidade enorme, uma sensação de dever cumprido, embora seja apenas o começo de muitos estudos”, pontua Vania. No final de 2017, Vania concluiu a graduação, que havia iniciado em 2013. Mas o sonho dela ainda não terminou. Atualmente está cursando uma pós-graduação em Teoria e Clínica Psicanalítica, e a colportagem também será o meio pelo qual ela continuará pagando seus estudos.

Aprendizado

Vania aprendeu que a colportagem não é apenas um meio de obter recursos para custear os estudos, mas uma poderosa forma de falar acerca de Cristo, salvação e saúde. “Creio que a obra da colportagem é o melhor meio de conduzir as pessoas a Jesus e também mostrar a elas os benefícios de cuidar da saúde. E o colportor vai aonde muitos não têm o costume ou a possibilidade de ir, alcançando assim mais pessoas”, classifica Vania, que anseia ouvir dos leitores das obras que ela vendeu o seguinte: “Eu era pecador, sem Deus e sem esperança no mundo; você se aproximou de mim e atraiu a minha atenção para o precioso Salvador, a minha única esperança”.

Vania aconselha outros jovens a ingressarem nesse serviço, que ela considera diferente e especial. “Não digo para que os jovens que desejam ingressar na faculdade esperem facilidades, mas aconselho que se entreguem totalmente a essa obra maravilhosa e que estejam dispostos a pagar o preço pelo sonho que eles têm” frisa. “Não tenha medo! Dê apenas um passo de coragem, e Deus certamente os guiará”, exorta.

Quem tiver interesse em ingressar em uma faculdade adventista, através da colportagem, ou deseja participar do projeto Sonhando Alto, basta entrar em contato com o pastor Natalino Lima, diretor assistente do Ministério de Publicações da Associação Mineira Sul, sede regional da Igreja Adventista para a zona da mata e o sul de Minas Gerais, através do telefone (32) 3313-4634, WhatsApp (32) 99108-4384 ou pelo e-mail natalino.lima@adventistas.org.br.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox