Notícias Adventistas

Colportagem de férias bate recorde em vendas e investe em evangelismo

Foram mais de 3 milhões de reais em vendas, com batismos e abertura de igreja em cidades sem a presença adventista

5 de abril de 2016

IMG_3945Petrópolis, RJ… [ASN] Cerca de 560 colportores estiveram em “campanhas” instaladas em Minas Gerais, Espírito Santo e Rio de Janeiro nas férias de janeiro de 2016, resultando em mais de 3 milhões de reais em vendas, batismos e abertura de igrejas. Campanhas são as casas que recebem aqueles que participam da colportagem.

Entre estes, estudantes que desejavam conquistar recursos para cursar uma faculdade através da venda de livros, de porta em porta, ou em palestras em empresas. Trinta alcançaram a chance de entrar na universidade.

Quem tomou a decisão de participar da colportagem estudantil nesta região administrada pela União Sudeste Brasileira não se arrependeu. Um exemplo, é a Jane Ellen Vieira Santos, de 18 anos, que esteve no Espírito Santo participando do grupo do projeto Sonhando Alto, e garantiu os recursos para cursar enfermagem na Faculdade Adventista da Bahia (Iaene).

“Eu vivi um milagre, porque eu orei a Deus no último dia quando eu ainda precisava vender bastante. Em duas horas Ele me respondeu e eu garanti dinheiro para a minha vinda para o Iaene”, conta Jane Ellen.

Uma pequena cidade no interior de Minas foi selecionada para receber um grupo de colportores. Varjão de Minas, que antes não tinha a presença adventista, teve os primeiros batismos e agora tem uma igreja estabelecida. Veja a reportagem aqui e você pode ver também como foi o trabalho no leste de Minas aqui.

Vanderlei Silva estuda Teologia na Faculdade Adventista da Amazônia (Faama), e viajou até Guarapari, ES, para trabalhar durante as férias com a colportagem. Desafiando a expectativa de trabalho de quatro semanas, decidiu parar durante uma semana e dedicar o tempo inteiramente ao evangelismo. Além de visitar interessados pela mensagem, ele e a esposa, fizeram sete noites de evangelismo recebendo cerca de 30 pessoas a cada noite. Destas, duas foram batizadas.

De acordo com o pastor Gilberto Basílio, líder de Publicações nesta região, o objetivo do trabalho é equalizar o empenho nas vendas, já que os recursos para estudar são bem vindos, mas é importante que todos entendam que acima de tudo este é um trabalho evangelístico.

Veja aqui o vídeo exibido aos estudantes durante a Festa da Vítória.

 

 

[Equipe ASN, Francis Matos]

 

 

 

 

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox