Notícias Adventistas

Publicações

Adventistas aceitam desafio de fundar igreja em bairro universitário de Goiânia

Adventistas querem fazer uma igreja diferenciada na região nobre de Goiânia.


  • Share:
Em semáforos e locais de grande movimento, adventistas distribuíram livros no bairro nobre

Em semáforos e locais de grande movimento, adventistas distribuíram livros no bairro nobre

Goiânia, GO ... [ASN] Roberta Santos, profissional da área de atendimento, ficou feliz com a surpresa que recebeu na manhã do sábado, dia 16. Ela não esperava receber um livro sobre saúde bem na porta do local onde trabalha, no bairro Setor Leste Universitário, em Goiânia. O presente foi entregue pelo pastor Edson Medeiros, diretor financeiro da Casa Publicadora Brasileira (curiosamente, a editora que imprimiu o livro Viva com Esperança). Roberta, mais do que depressa, pediu mais exemplares para distribuir aos colegas. “A gente é muito relaxado e descuidado com a saúde e esse livro certamente vai me ajudar a mudar”, comentou. Roberta fez parte do movimento de distribuição de 8.500 livros em praticamente 7.800 domicílios na região que é uma das mais nobres da capital goiana. Todo o movimento faz parte de um grande projeto para construir uma congregação adventista diferenciada nessa região da cidade.

Essa mulher é uma das pessoas que, segundo o pastor Erton Köhler (líder sul-americano adventista), pode ser alcançada pela mensagem e que muitos dos participantes ali nem têm ideia.

Cerca de 500 pessoas, funcionários da sede da Igreja em Goiás, no Centro-Oeste e do escritório sul-americano juntamente com os administradores das outras 15 uniões adventistas em oito países sul-americanos, vestiram a camisa e saíram para entregar os livros. Nessa hora, o objetivo era comum: convidar os moradores a conhecer mais sobre qualidade de vida de saúde integralmente e para participar de uma feira de saúde que acontece nesse domingo, 17, onde vão ver na prática o que significa ter uma vida mais saudável.

Cerca de seis mil folhetos sobre prevenção do câncer infantojuvenil também chegaram às mãos das pessoas. Conforme Udolcy Zukowski, coordenador dessa ação específica dos folhetos e diretor sul-americanos do Ministério dos Desbravadores, foi a primeira grande cidade a receber essa orientação inédita. Nas próximas semanas, 4 milhões de folhetos deverão chegar a mais gente no Brasil.

O boliviano Daniel Peña, que trabalha na área de Tecnologia da Informação na sede sul-americana adventista, estava empolgado com mais uma distribuição. “Para mim, é muito bom esse tipo de ação, pois ajudo o próximo e tenha um contato direto com as pessoas que precisam dessa mensagem, o que não acontece sempre onde trabalho”, afirmou. Também estavam presentes convidados internacionais como o pastor Vilmar Hirle, diretor associado do Ministério de Publicações da sede mundial da Igreja, e o pastor Pardon Mwansa, um dos vice-presidentes mundiais adventistas.

Propósito maior

Só que o propósito da doação dos livros vai além. O Setor Leste Universitário, com cerca de 21 mil habitantes, é um local que sedia duas grandes universidades (uma delas, a federal) e há 15 anos era um desafio para a liderança da Igreja em Goiás.

O pastor Edison Choque, coordenador geral do projeto para plantio de novas igrejas em oito países da América do Sul, explica que a congregação no bairro universitário deverá atender cerca de 150 membros. “Nossa ideia é, a cada mês, ter muito relacionamento com a comunidade. Vamos fazer jornadas da famílias, cursos de culinária saudável, caminhadas, programas diferenciados para estudo da Bíblia entre agosto e outubro, entre outras iniciativas. Contaremos com o núcleo de universitários adventistas que já existe nesse lugar”, afirma. [Equipe ASN, Felipe Lemos]