Notícias Adventistas

Sonhos de debutantes se tornam realidade em meio a pandemia

Para fazer a diferença na vida de duas adolescentes abrigadas, colaboradores de duas Casas de Acolhimento Provisório realizaram aniversários solidários respeitando isolamento social.

Por Chrissye Bettoni 27 de maio de 2020

Comemorações seguiram recomendações de saúde.

Segundo dados Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento (SNA), atualmente as Casas de Acolhimento e Instituições abrigam 33,7 mil crianças e adolescentes. A ADRA no Espírito Santo coordena este serviço em parceria com os municípios de Cariacica, Viana, Vila Velha e Vitória, acolhendo cerca de 170 crianças e adolescentes em suas dependências. Muitos desses pequenos levam consigo marcas de rejeição, e indagam sua vinda a este mundo.

Para mudar este cenário e fazer a diferença na vida de duas adolescentes, os colaboradores de duas Casas de Acolhimento Provisório (CAP) que a ADRA coordena dos municípios de Cariacica e Viana decidiram proporcionar, na semana passada, uma festa de debutante dos sonhos para cada uma delas, e transformar este momento que é tão importante para uma jovem, onde regista o início de uma nova fase em sua vida. Priorizando as regras de distanciamento e seguindo as orientações da saúde para lidar com prevenção e casos da COVID-19, os colaboradores trabalharam todo o tempo com as adolescentes e funcionários tomando os devidos cuidados e precauções.

“Não há satisfação maior, o fato de poder proporcionar um dia de princesa para essas adolescentes é algo incrível, pois não é somente uma festa, estamos lidando com sonhos de adolescentes que tiveram seus direitos violados, e poder de ver uma adolescente que teve seus direitos violados voltando a sorrir, voltando a sonhar, nos motiva a querer fazer cada vez mais. Sou muito grata por fazer parte dessa equipe, nós acreditamos em sonhos, acreditamos em mudanças de vida”, relata a cuidadora da Casa de Acolhimento de Cariacica, Cintia Michely.

Em Cariacica, a jovem Claudineia de Jesus Barroso pode realizar seu sonho de debutante e comemorar seu 15 anos nas dependências da própria casa de Acolhimento, e para isso, contou com o apoio de parceiros da Instituição, sendo eles: salão de beleza, maquiagem e decoração, além da doação de doces, bolo, lembrancinhas, aluguel de vestido e um ensaio para a realização de um book fotográfico, registrando este dia memorável em sua vida. A festa foi preparada pelos funcionários que estavam de plantão, e contou com a participação dos 14 adolescentes que fazem parte da sua vida na CAP.

Em agradecimento pela organização da festa, a adolescente não deixou de demonstrar a gratidão pela equipe por realizar um dia especial em sua vida. “A felicidade é isso, pequenos momentos, pequenos gestos. A certeza da parceria, do companheirismo, do carinho e do afeto. Saber que existimos um para o outro, a todo momento. Me sinto muito feliz, especial e muito amada”, finaliza a aniversariante, Claudineia.

A debutante Claudineia comemorando seu aniversário.

Já na CAP de Viana, a equipe de colaboradores e com a ajuda de parceiros, os quais doaram: decoração, fotografia, vestido, maquiagem, bolo e salgadinhos, tornando possível a realização do sonho da adolescente Tainara Conceição de Souza. A festa também ocorreu nas dependências da própria casa, e contou com a participação de sua 23 colegas acolhidos, e dos colaboradores.

Aniversários foram realizados com o apoio de prestadores de serviços parceiros das casas de acolhimento.

“Preparamos tudo com muito amor e cuidado acerca das orientações de controle e prevenção da COVID-19. Todos que participaram da festa estavam com a saúde monitorada. Foram orientados acerca dos cuidados de higiene das mãos e evitar contatos físicos”, informa Adenilton Melo, coordenador local da CAP de Viana, priorizando os cuidados necessários diante da pandemia.

Ao ser entrevistada para falar sobre a realização deste grande sonho, a jovem Tainara não pode conter as lágrimas de felicidade, e decidiu escrever uma carta de agradecimento para toda a equipe:

“A minha reação foi muito grande em saber que o meu primeiro aniversário iria se realizar. Eu amei tudo isso. Eu nunca tive ideia do quanto ia ser maravilhosa essa festa, eu pensei que ia ser uma festa normal. Eu gosto muito de vocês, quero que vocês saibam que vocês são muito importantes para mim. Obrigada pelo que fizeram por mim. Amo todos vocês”.

Carta escrita por uma das debutantes em agradecimento pela festa de aniversário.

O que é o Acolhimento Infantil?

As Casas de Acolhimento Provisório tem a finalidade de oferecer abrigo para crianças e adolescentes com idade entre 0 e 17 anos e onze meses, cujas famílias ou responsáveis encontram-se temporariamente impossibilitados de cumprir sua função de cuidado e proteção. São encaminhadas pelo Poder Judiciário e/ou Conselho Tutelar, em caráter provisório, até que seja viabilizado o retorno do acolhido ao seio familiar de origem ou, na sua impossibilidade, encaminhado à família substituta.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox