Notícias Adventistas

Família é batizada após ser surpreendida por flash mob em semáforo

Ação no Dia Mundial do Jovem Adventista, em 2017, chamou a atenção da família de Corupá, em Santa Catarina

9 de abril de 2018

Por Paulo Ribeiro

Família se abraça após batismo em Araquarari (SC) (Foto: Paulo Ribeiro)

O batismo de uma família emocionou os jovens adventistas que participavam de um treinamento em Araquari, no norte de Santa Catarina, no dia 7 de abril. Eles conheceram a Igreja Adventista por meio de um flash mob em um semáforo de Corupá, interior do Estado, no Dia Mundial do Jovem Adventista, em 2017. Na ação social, os jovens seguravam cartazes com frases que diziam para os motoristas buzinarem, ofereciam abraços grátis, cantavam canções ao som de um violão e distribuíam literaturas cristãs.

A descontração, motivação e afetividade dos jovens do flash mob chamou tanto a atenção da família que eles decidiram passar três vezes pela mesma via para conferir a novidade. Na terceira vez, o grupo já não estava mais no semáforo. No entanto, avistaram a juventude entrando em um templo adventista nas proximidades.

“Naquele dia, parece que Deus puxou o freio de mão do carro e não deixou a gente ir embora e fez nossa família entrar na igreja”, se emociona o vendedor publicitário Cristian Pissaia. Além dele, foram batizadas a esposa, Jaqueline, e a filha, Luana.  

Ações nas ruas

O pastor Felippe Amorim, líder dos jovens adventista no norte catarinense, explica que as às vezes as pessoas pensam que ações como flash mobs, abraços grátis e outras atividades dessa natureza não dão resultados efetivos na pregação do evangelho. Porém, segundo ele, a história dessa família prova o contrário.

“Todas as vezes que nos dispomos a fazer alguma coisa pelo Reino de Deus, Ele se responsabiliza em fazer com que nossas ações cheguem ao coração daqueles que precisam encontrar Jesus. Nossa parte é  agir. O Espírito Santo cuidará da conversão das pessoas. Deus está mais interessado em que nos envolvamos com a Sua missão. Os resultados serão dados por Ele”, enfatiza Amorim.

Desde de março de 2017, época em que foram impactados pelo flash mob, a família catarinense participa de reuniões do Clube de Desbravadores e cultos na Igreja Adventista local. No início deste ano, eles também se integraram à Missão Calebe, que é um projeto formado por adolescentes e jovens que dedicam as férias em prol do próximo.

A relação da família com a Igreja Adventista aumentou ainda mais em fevereiro deste ano, quando eles receberam a notícia que a filha foi contemplada com uma bolsa integral para o curso de Pedagogia no Instituto Adventista Paranaense (IAP).

O batismo da família ocorreu diante de 500 jovens que participavam do Save One, que é um treinamento voltado para liderança dos jovens adventistas. O evento aconteceu na Igreja Adventista no Instituto Adventista de Ensino de Santa Catarina (Iaesc), e reuniu a juventude do norte ao oeste de Santa Catarina.

Assista ao vídeo com essa história:

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox