Notícias Adventistas

Reforma transforma casa de idosa durante Missão Calebe

A ação aconteceu em Capanema, no nordeste paraense, durante o mês de julho com os voluntários que vieram de Belém.

Por Anne Seixas 31 de julho de 2019
reforma

Voluntários se dedicaram aos reparos e reforma da casa de Denise (Foto: Arquivo pessoal)

Denise Melo, funcionária pública, tinha uma casa com muitos defeitos. Goteiras, rachaduras, infiltrações e pintura por fazer. Ela orava a Deus para que conseguisse fazer a manutenção do seu lar. A oração foi atendida. No mês de julho, um grupo de missionários da Missão Calebe chegou até o portão de Denise e se ofereceu para fazer os reparos necessários e entregar uma casa bem mais bonita.

Nos últimos fins de semana, os jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia em Capanema, a 165km da capital paraense, junto com os voluntários da Igreja Adventista do Sétimo Dia do bairro Umarizal, em Belém, transformaram o lar de Denise. O conserto das goteiras, revitalização da fachada e pintura dos cômodos foram alguns dos serviços executados. “Foi maravilhoso. Deus pega a gente de surpresa. Não esperava mesmo”, exclama ela.

Jovens de Belém entregaram a casa com uma pintura especial para a moradora (Foto: Arquivo pessoal)

Anne Santiago é arquiteta e ajudou no projeto de reforma da casa. Ela viajou de Belém até Capanema para colocar a mão na massa. “Fazer uma construção para alguém que é necessitado e você ver ela ficar feliz com cada parede que é pintada, com cada item que é colocado, com cada mudança que é feita, isso faz valer a pena não só ser cristã, mas também ser uma profissional da área”, ressalta Anne. Ela destaca ainda que ver a felicidade daquela senhora e do seu neto foi melhor do que qualquer dinheiro que eu pudesse ganhar para fazer qualquer obra na minha vida.

Leia também

De acordo com o pastor Agnaldo de Souza, os recursos vieram de doações arrecadadas pelos voluntários e de um hospital privado. Além das obras, os participantes da Missão Calebe organizaram estudos da Bíblia e encontros para os moradores da região. “Além disso fizemos trabalho no lar dos idosos, aula de instrumentos musicais em um abrigo para menores e ação de saúde em um bairro carente! Nosso Calebe aconteceu dentro de um hospital”, explicita. Para quem estava internado, houveram pregações e momentos de música e recreação.

Segundo Souza, os jovens estão mais motivados a trabalhar em projetos sociais. “O impacto no hospital e nas instituições que fizemos as ações não foram nada comparado ao impacto nos nossos Calebes”, exclama.

Jovens da Igreja Adventista do Sétimo Dia do bairro Umarizal, em Belém, deixaram suas casas para fazer a manutenção do lar de Denise (Foto: Arquivo pessoal)

Na cidade vizinha, Primavera, uma outra casa foi revitalizada. Uma das voluntárias é Maria Celina de Paula, estudante, que conheceu a doutrina adventista por meio da Missão Calebe, há alguns anos. Em uma das campanhas ela participou das palestras e se decidiu pelo batismo, logo depois do filho, que também se batizou durante o projeto. Depois resolveu participar como missionária. Cantou em várias das programações até esse ano, que foi a palestrante da campanha em que estava. “As experiências são ótimas. Não vou esquecer nunca”, diz Celina que, com cerca de mais 30 pessoas, ajudou na obra. De acordo com o pastor Jhonathan Diego, ao fim desse campanha, cerca de 60 pessoas serão batizadas.

Em Primavera, os voluntários revitalizaram uma casa de Francisco, mais conhecido como “Chiquinho”.  Foto: (Arquivo pessoal)

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox