Notícias Adventistas

Quebrando o Silêncio tem palestras em escolas municipais de Guabiruba

Projeto neste ano alertou sobre o abuso sexual infantil

Por Daniel Gonçalves 28 de agosto de 2019

Alunos, pais e professores ouviram sobre o abuso infantil em Guabiruba

O Quebrando o Silêncio mais uma vez impactou o centro sul de Santa Catarina. O projeto teve sua ênfase neste sábado, 24 de agosto, e neste ano o tema foi o abuso sexual infantil. Além das iniciativas deste sábado, outras ações já vêm ocorrendo desde o início do ano para facilitar o agendamento de visitas e ações sociais. “Procuramos ampliar o leque de abordagens e temos tido êxito com isso, mas com certeza neste sábado foi o momento de maior envolvimento dos adventistas”, explica a professora Débora Abrascio, Líder do Ministério da Mulher (Associação Catarinense – AC).

Destaque neste sábado para duas ações. A primeira ocorreu em Palhoça, na grande Florianópolis. O distrito do Jardim Eldorado mobilizou cerca de 300 adventistas para realizarem atividades em uma praça do bairro Pedra Branca. Teve distribuição das revistas da campanha, apresentação dos desbravadores, música, tenda da saúde com médico presente, jogos infantis cristãos e um circuito de bicicleta montado por ciclistas adventistas.

O local escolhido é de grande movimento no sábado para lazer da comunidade e por isso teve um retorno ainda mais positivo. “Foi a primeira vez que fizemos o QS neste formato. Acredito que foi um dia muito produtivo e alcançamos o objetivo principal que era tornar o projeto conhecido e orientar a comunidade. Muitas pessoas ao pegarem as revistas ficavam maravilhadas e queriam mais informações”, comenta Evelize Escher, coordenadora.

O retorno foi tão positivo que a mantenedora de uma comunidade de mulheres que sofreram abuso levou o material para sua instituição. “Fico feliz em saber que existe uma igreja cristã preocupada em orientar a população sobre o abuso”, explicou a mulher.

Já em Guabiruba o destaque foi outro. Os adventistas visitaram no sábado cinco escolas municipais, falando sobre o assunto para alunos, professores e pais. “A informação é fundamental e nessas escolas a realidade é muito diferente. O abuso infelizmente está presente e por isso é preciso dar uma basta”, diz o pastor Allan Davis, distrital. O ministro de Deus ainda ressalta o envolvimento dos adventistas: “Foi um sábado muito movimentado. Dividimos os adventistas em equipes e eles foram nas escolas. Esse trabalho missionário fortalece a igreja”.

“Foi um grande sábado. Ainda tivemos passeatas, pedágios sociais, palestras informais e visitas nos lares das pessoas. E o mais importante, tendo um envolvimento dos nossos membros. Assim, conseguimos alcançar mais pessoas”, conclui a professora Débora.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox