Notícias Adventistas

Quebrando o Silêncio realiza ações de combate à violência contra menores em Escola Municipal

Por Luciana Santana Diniz 13 de agosto de 2019

Alunos do ensino fundamental participaram das palestras e ações realizadas pelo projeto Quebrando o Silêncio (foto: Henrique Rodrigues)

Você sabia que a violência é a maior causa das mortes de crianças, adolescentes e jovens, de 1 a 19 anos, no Brasil? Os dados são alarmantes! Segundo o Ministério da Saúde, a violência mais atendida nas unidades de saúde, contra menores, é a sexual. Geralmente, os agressores são os próprios pais, padrastos, familiares, namorados ou pessoas conhecidas das vítimas. Para conscientizar, prevenir e alertar a comunidade sobre essas questões, o projeto Quebrando o Silêncio, realizou um dia de ações na Escola Municipal Mário Jorge Gomes da Costa, situada em Presidente Figueiredo, Am. Mais de 500 estudantes e pais de alunos participaram das palestras em Combate à violência física e sexual contra crianças e adolescentes e uma feira de saúde gratuita com atendimento psicológico.

Uma feira de saúde, montada nas dependências da escola, atendeu todos os alunos (foto: Henrique Rodrigues)

Segundo a responsável pelo Projeto Quebrando o Silêncio nos estados dos Amazonas e Roraima, Euciany Saraiva, temáticas de violência contra menores precisam ser abordados nas escolas. “É no ambiente escolar que os alunos aprendem a se desenvolverem socialmente e intelectualmente, e aqui, eles também precisam aprender a se proteger, a pedir ajudar, a denunciar! Este ano levantamos a bandeira do projeto Quebrando o Silêncio e de combate a qualquer tipo de abuso a menores nas escolas. Passamos o dia nesta escola municipal palestrando para prevenir e de braços abertos para ajudar alguma criança ou adolescente a reconstruir a sua história, a sua dignidade”, declara.

A ação do Quebrando o Silêncio, contou com a parceria do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). De acordo com a assistente social, Rosângela Leite, este tipo de parceria colabora muito com a sociedade e ajuda a conscientizar a população. “Temos muitas demandas no CREAS e quando projetos como o Quebrando Silêncio levantam a bandeira de combate a qualquer tipo de violência, nos ajudam a fortalecer a proteção à criança e ao adolescente. Juntos somos mais fortes”, enfatiza.

Os alunos receberam materiais de conscientização do combate à violência contra menores (foto: Henrique Rodrigues)

Para o professor da instituição, Robson Mota, a escola é um ambiente propício para a abordagem da temática. “Lidamos diariamente com alunos que refletem o que eles vivenciam em casa. Casos de violência física, psicológica e sexual mexem com a criança e com o adolescente em sua totalidade, e com certeza, vai refletir no aprendizado e comportamento em sala de aula. Aqui é um espaço ideal para falar sobre este assunto, pois muitos sofrem calados por não terem um apoio ou incentivo para pedir socorro”, finaliza.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox