Notícias Adventistas

Passeatas conscientizam população amazonense contra o abuso sexual infantil

Adventistas foram às ruas para realizar o projeto “Quebrando O Silêncio.

Por Priscila Baracho Sigolin 26 de agosto de 2019

Passeata no bairro São Jorge, em Manaus. (Imagem: Davi Sigolin).

Glaucia Oliveira Paiva é assistente social e no último sábado (24), foi uma das participantes da passeata do projeto Quebrando O Silêncio no bairro São Jorge, em Manaus. Mãe de um menino de nove anos, ela considera muito importante falar sobre o assunto e também promover a conscientização. “Esse projeto ajuda a mudar as realidades, trabalho com as crianças na igreja e como mãe sempre converso com meu filho também”, destacou. Glaucia ainda ressaltou que alertar as crianças é muito importante, pois muitas vezes a situação acontece ao lado de casa.

Cerca de 100 pessoas participaram da passeata no bairro, conscientizando a população local sobre o combate ao abuso sexual infantil. O juiz Marcelo Cruz palestrou para o público que se reuniu na praça Duque de Caxias. “Estamos aqui para educar, orientar as pessoas e proteger nossos filhos dessa violência”, explicou. Em toda a região norte e centro-oeste do Amazonas, os adventistas foram às ruas para conscientizar os cidadãos sobre esse tipo de violência através da distribuição do material do projeto.

Para o líder da igreja na localidade e organizador da passeata, pastor Giovany Melo, a violência sexual na região rompe as fronteiras financeiras, desconhece as camadas sociais e até o status acadêmico. Nos lares mais humildes e nos condomínios mais abastados o crime acontece. “É muito importante termos ações como essas, que primam pela discrição em tratar o caso a fim de não expor as vítimas. Além disso, palestras para públicos específicos, hora para crianças e hora para os pais, ajudam a quebrar tabus que por tanto tempo tem deixado educadores à deriva e crianças à margem”, explicou. Para ele, o projeto Quebrando o Silêncio é duplamente benéfico, porque fala da segurança que os canais de apoio oferecem para quem sobre abuso e fala também que podemos ser a voz dessas crianças.

Campanha Quebrando O Silêncio acontece anualmente há 17 anos. (Imagem: Davi Sigolin).

Para a líder da área na região, Cristiane Caxeta, o objetivo da campanha é despertar na população o interesse em discutir sobre o assunto da violência e abuso sexual contra as crianças e adolescentes, despertando para a importância de não se intimidarem e não se calarem. “Quando quebramos o silêncio, evitamos que mais crianças e adolescentes sejam acrescentadas às estatísticas”, finalizou Cristiane.

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox