Notícias Adventistas

ONG arrecada 160 toneladas de alimentos por mês no Rio

Entidade atende comunidades e mensalmente distribui alimentos para 51 instituições em todo o Estado.

Por Fabiana Lopes 27 de maio de 2020

Equipe de voluntários atende comunidade durante a pandemia do coronavírus. (Foto: Divulgação)

Aos 36 anos de idade, Sandra Sobral sofreu um derrame e ficou em coma induzido por algum tempo, e sentiu como era humilhante ficar sem poder sentir as maiores necessidades do ser humano. “Eu não podia falar, tocar, olhar e nem ser ouvida. As pessoas não sabiam que, mesmo naquele estado, podia perceber o medo delas para se aproximar de mim, pois era como se eu fosse quase uma pessoa sem vida”, relembra. E foi durante aquela solidão que ela fez um pacto com Deus. “Se o Senhor devolver a minha saúde, dedicarei minha vida para ajudar pessoas. E o milagre aconteceu.”

Depois de recuperada, Sandra formou-se em Assistência Social com total ajuda financeira de um empresário que reside no Rio de Janeiro. Cinco anos depois daquele coma, começou a dar aulas de reforço em sua casa para crianças com dificuldade escolar e déficit de atenção. Na convivência com as mães, ela percebeu que o problema ia muito além dos estudos. “Foi quando percebi a necessidade de ajudar aquelas mães a saírem da humilhação e exclusão em busca de direito e dignidade para seus filhos, sendo vistos como pessoas, não como um problema. Os resultados excederam as expectativas: escola, comunidade e, principalmente, para a vida”.

Leia também:

No dia 22 de junho, a Associação Beneficente de Ação da Cidadania e Cultura (ABACC) completará 12 anos. “Estamos vivendo um momento muito delicado e muitos estão passando fome e tendo outras necessidades básicas, principalmente por causa da pandemia”, destaca Sandra Sobral, que também faz parte da Igreja Adventista do Sétimo Dia.

Mensalmente, a entidade arrecada 160 toneladas de alimentos e kits de higiene pessoal através da parceria firmada com o Grupo Pão de Açúcar, que cuida da Rede de Supermercados Extra. Uma média de 12 a 15 instituições são assistidas em cada plantão (dia) e aproximadamente 5 mil famílias são beneficiadas em todo o Estado. Uma equipe de 130 voluntários, entre coordenadores e equipe de apoio auxiliam nos postos de arrecadação, montagem de cestas e entrega de cestas básicas nas comunidades.

Veja mais fotos na galeria abaixo:

Assistência

Programa de Combate à Fome ABACC – A instituição arrecada e distribui cerca de 40 toneladas de alimentos semanalmente. Os plantões acontecem quatro vezes por semana: domingo, terça, quarta e sexta, das 8h às 17h. Cada unidade (supermercado Extra) conveniada com a ONG tem uma coordenadora capacitada e mais três ou quatro pessoas na equipe. Ao todo, quase 130 pessoas participam em cada plantão, que arrecada por dia cerca de oito toneladas de alimentos. As equipes são formadas pelos voluntários da ABACC e de diversas denominações religiosas, além de instituições (creches, asilos, ONGs e outras).

Farmácia Solidária – Ela funciona na sede da Associação, de segunda a quinta, em horário comercial. Os medicamentos são gratuitos, mediante a apresentação da receita médica e cadastro prévio na ONG. Para ter acesso basta ir até a sede e fazer o cadastro para retirar a medicação.

Consulta e exames médicos – A entidade também oferece encaminhamentos para exames laboratoriais, de imagem e outros, além de consultas com especialidades médicas feitas pela ONG. O agendamento é feito e o paciente é encaminhado para a unidade da consulta.

Serviço fúnebre – Famílias carentes podem contar com o apoio da ABACC na gratuidade do serviço funeral neste momento difícil.

Outros serviços

Atendimento social gratuito para acessos e direitos; atendimentos específicos que já existiam para doenças sexualmente transmissíveis, câncer e, agora, durante a pandemia o atendimento para vítimas de coronavírus; promoção humana; inclusão em programas sociais; benefícios; cadastros; isenções; solicitações em instâncias públicas, judiciárias e de previdência; exame de vista em clínica conveniada (Guia Rosa); psicologia (sessões a preço popular); bazar comunitário; exames médicos em clínicas conveniadas (Guia Rosa – preço popular); encaminhamento de saúde geral; orientação e conduta da garantia de direitos; assessoria jurídica; descontos para faculdade e cursos para crianças e adolescentes.

Acompanhe a matéria completa que foi ao ar no 25 de maio na TV Novo Tempo:

Vidas transformadas

Cada voluntário “ama o que faz”, diz Sandra. Prova disso é a Fernanda de Castro Liberato, uma das coordenadoras, que com o marido está na ONG há cinco anos. “Quando conheci o projeto, eu estava desempregada e precisava de cesta básica. Minha vida foi mudada. Comecei a ajudar minha família, vizinhos e amigos. Numa doação que fiz a uma vizinha, ela me agradeceu chorando de alegria. Mandou a foto da dispensa completamente vazia naquele dia. Hoje, ela também é uma voluntária”, acrescenta Fernanda.

Amanda já foi usuária de drogas e hoje tem sua casa e é uma voluntária. “Vim pedir ajuda para um namorado que estava muito mal por causa do vício. No início, não contei que era usuária e passei muita fome. Aos poucos, Sandra me ajudou, consegui um trabalho e a ABACC conseguiu até um terreno para eu construir o lugar onde moro hoje. Nunca mais passei fome. Através da Associação, ajudo muitas pessoas a conquistar seus direitos e o pão de cada dia. Recebi muita ajuda e sou eternamente grata a todos e não me vejo longe daqui”, destaca.

Uma das pessoas que atua na ONG cumpre pena convertida em prestação de serviço comunitário. “Por conta de dívida com a Justiça, fui encaminhado pelo Fórum Judiciário a cumprir serviço comunitário na ABACC. Meu período será de três anos, e preciso comparecer uma vez por semana. Me apaixonei pelo que é feito aqui, participo das entregas e organização de cestas básicas e reciclo alimentos. Durante as enchentes deste ano, eu participei pela primeira vez. Acredito que depois da minha dívida com a Justiça continuarei aqui, pois agora faço parte deste trabalho”, descreve ele, que prefere não se identificar.

O líder de Ação Solidária Adventista da Igreja Adventista na região Central do Rio, pastor João Custódio, diz que falar de Sandra Sobral é mencionar “uma mulher em uma missão especial de Deus, que tem um coração solidário, pensa mais no próximo do que em si mesma, e é um verdadeiro instrumento guiado por Ele. Para este projeto permanecer por mais de uma década, só tem um segredo: Deus está no controle de todas as ações. Ele aprova atos de amor em prol do próximo, por Ser um Deus de amor.”

“Tenho acompanhado o trabalho realizado pela ONG ABACC há 5 anos. O que nos chama a atenção é o fato de ser um trabalho contínuo. Ela compreendeu que as pessoas tem fome o ano todo. Essa instituição tem um programa em Combate à fome 365 dias, sem patrocínio, mas com o foco na missão de salvar e servir. Este espírito solidário de ajudar o próximo dá um exemplo de entrega, dedicação e empenho”, destaca Custódio.

Seja um voluntário presencial ou contribuinte:

Conta ABACC – Associação Beneficente de Ação da Cidadania e Cultura

Banco Bradesco

Agência: 0129-5

Conta Corrente: 0190024-2

CNPJ: 12.299.112/0001-74

Para conhecer a ABACC, basta agendar uma visita:

Rua Tenente José Wilson a Silva, 14 – Centro, Duque de Caxias-RJ.

Telefone: (21) 3029-1868

WhatsApp: (21) 97191-9375

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox