Notícias Adventistas

Moradores em situação de rua ganham ceia de Natal em BH

Confraternização realizada por voluntários resultou em aproximação com a comunidade que vive na região central de Belo Horizonte.

Por Leonardo Saimon 10 de dezembro de 2018

Andreia Costa sonha em poder criar os filhos que perdeu após passar viver nas ruas | Imagem: Joelton Oliveira

Andreia Costa começa a falar e logo chora. No rosto, as marcas e rugas revelam a realidade à qual é exposta todos os dias. Os entorpecentes, somados aos conflitos familiares, há dois anos a levaram a viver nas ruas da capital mineira. “Olha, a rua não é fácil”, corrobora.

Com voz trêmula, porém convicta, ela diz que seu sonho de Natal é entrar numa casa de reabilitação para voltar a ter condições de criar os filhos. Mas enquanto este sonho não chega, vive um dia de cada vez, como no domingo, 9 de dezembro, quando recebeu peças de roupas e um edredom de uma ação realizada pelos adventistas da Igreja Central de Belo Horizonte.

Terezinha Maciel aproveitou as roupas e, diferente de Andreia, não dispensou a ceia. Ela não é moradora em situação de rua, mas vive com a patroa porque, caso contrário, a rua será seu destino. Todavia, sua situação não aparenta ser fácil. “Essa ação é maravilhosa”, dispara Terezinha, que revela que as roupas e calçados que tem vieram de doações.

Terezinha foi uma das beneficiadas pelo ato dos adventistas | Imagem: Joelton Oliveira

Se essa rua, se essa rua fosse minha… 

Belo Horizonte assiste a um crescente número de pessoas em situação de rua, o que desafia o poder público. A prefeitura registra que 4,5 mil pessoas vivem nessas condições. Somente na região do miolo central,  350 residem nas vias. A quantidade cada vez maior chamou a atenção dos adventistas que congregam nessa região.

Ceia de Natal

Ceia atende dezenas de pessoas no centro de Belo Horizonte | Imagem: Joelton Oliveira

Os moradores que vivem em situação de rua na capital mineira ainda ganharam uma ceia natalina. O cardápio incluiu galinhada, salada de maionese, farofa, bolo de pote, frutas e suco. Voluntários da Igreja Adventista do Sétimo Dia também prepararam presentes e música ao vivo para embalar a ceia a fim de desenvolver um projeto anual conhecido como Mutirão de Natal. O evento ocorrido também no dia 9, na Praça Rui Branco, em frente à Rodoviária, ganhou a atenção da mídia local.

“Uma vez preguei sobre o livro de Mateus, capítulo 25, onde Jesus diz quem são as pessoas que estarão à direita dele quando ele voltar. São aqueles que cuidaram das pessoas nos hospitais, nas ruas, enfim, que viveram como ele viveu quando esteve aqui”, explica o  pastor Marcelo Moreira.

Para realizar a ação, os mais de 30 voluntários arrecadaram cerca de 25 kg de arroz, 2 kg de cebola, 10 kg de batata, 4 kg de cenoura e 60 ovos. Os alimentos foram preparados na tarde do domingo na cozinha da Igreja Central de Belo Horizonte. Foram 15 dias de preparação até que o projeto fosse executado. Tudo foi feito com base em doações dos próprios membros, que pelo segundo ano consecutivo realizam a ceia com os moradores em situação de rua.

“Todo mundo gosta de uma ceia de Natal e muitas pessoas não têm a oportunidade de ter. Pelo segundo ano, estamos preparando esta ceia com tudo que eu gostaria de ter na minha mesa”, explica a idealizadora do projeto, Walkiria Moreira.

Voluntários servem refeições no centro da capital mineira | Imagem: Joelton Oliveira

“Marmitando” com amor

Além desta iniciativa de final de ano, a equipe já desenvolve, desde 2017, um projeto chamado Marmitando com Amor. Semanalmente, eles distribuem marmitas, água e frutas na região do Centro para pessoas em situação de rua. Mais de 4,5 mil marmitas já foram entregues ao longo de um ano.

Conheça o projeto Marmitando com Amor

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox