Notícias Adventistas

Jovens entregam alimentos e cartas de esperança a famílias carentes

Ação foi organizada pela Igreja Adventista de Candangolândia, região administrativa de Brasília e beneficiou dezenas de pessoas

Por Rafael Brondani 22 de março de 2021

Famílias receberam alimentos e uma cartinha com uma mensagem especial, dizendo que a igreja se preocupa com essas pessoas. (Foto: Divulgação)

A principal fonte de renda da família de Cinthia Garcia, que morava na cidade de Alexânia, interior de Goiás, era o carro de seu pai, que era taxista. Quando ela tinha apenas nove anos de idade, passou por um momento delicado, quando o provedor da casa, seu pai, sofreu um acidente. O automóvel, ferramenta que provia o sustento da família, ficou totalmente destruído.

Sem carro, a família começou a ter dificuldades financeiras. As incertezas eram muitas. Com quatro filhos, a família vivia uma grande crise.

Hoje adulta, Cinthia Garcia relembra essa história que marcou sua infância. Ela conta que em meio às dificuldades, quatro carros cheios de alimentos estacionaram na frente da residência da família. “Eram familiares do meu pai que foram nos ajudar. Meu pai ficou muito emocionado. Hoje, como mãe, eu entendo o que ele sentiu”, lembra.

Atualmente, a assessora de eventos se dedica para ajudar pessoas que, assim como ela já vivenciou um dia, passam por algum tipo de necessidade. No último sábado, 20, a jovem foi voluntária em uma ação organizada pela Igreja Adventista de Candangolândia, região administrativa de Brasília, que beneficiou dezenas de pessoas.

A igreja, que desde o início do ano organiza diversos projetos de cunho social, realizou uma ação que fez parte do Dia Mundial do Jovem Adventista. O intuito foi auxiliar pessoas que passam por algum tipo de necessidade.

A líder dos jovens da igreja, Indiana Vieira, conta que foi feito um levantamento de famílias que realmente precisavam de ajuda. “Junto com os alimentos, entregamos uma cartinha com uma mensagem especial, dizendo que a gente se preocupa com essas pessoas. Também pegamos os contatos para continuar, de alguma forma, auxiliando e convidando para as atividades da igreja”, destaca a líder.

Como medida de segurança, os jovens se dividiram em duplas e realizaram a entrega na casa dos assistidos, porém, ficaram do lado de fora do portão e oraram com os beneficiados.

 

Veja Também


Comentários

WordPress Image Lightbox